11/04/16 - 19:57:25

Seidh e Sebrae alinham projeto de suporte à gestão com grupos produtivos (Foto: Rebecca Melo)

Para mensurar os resultados obtidos desde a implantação do projeto de suporte de gestão aos grupos produtivos sergipanos, iniciado em fevereiro último, o Departamento de Inclusão Produtiva da Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social do Trabalho e dos Direitos Humanos (DIP/Seidh) reuniu-se com o Sebrae, associações e grupos beneficiados na manhã desta segunda-feira, 11.

Com duração de 18 meses e fruto de uma parceria entre a Seidh e o Sebrae, o projeto irá atender 24 entidades, das quais nove já foram beneficiadas, conforme explica a Diretora do DIP, Heleonora Cerqueira. “Esse projeto foi idealizado pela Secretaria com o objetivo de oferecer um suporte a essas entidades no sentido de aprimorar a gestão de negócios. Muitas vezes, esses grupos recebem um apoio financeiro para comprar determinado equipamento ou implantar algo produtivo, mas acabam tendo dificuldade para gerir tudo isso. Foi percebendo tais dificuldades que iniciamos um trabalho com esses grupos no ano de 2015, que culminou no contrato com o Sebrae”, explica.

Ainda de acordo com ela, a escolha pela parceria com o Sebrae se deu pelo know how que possui na área. “Na verdade, o Sebrae é a escola de gestão que nós temos no país, é ele quem apoia o pequeno e médio empresário e produtor. Então, é quem tem mais expertise pra atuar nessa área e, consequentemente, oferecer tais capacitações para essas pessoas, que poderão, então, gerenciar melhor o seus empreendimentos e obter melhores resultados”, pontuou Heleonora.

A reunião contou com a presença dos beneficiados pelo programa, entre representantes dos Arranjos Produtivos Locais e grupos de piscicultura e apicultura. “Nós chamamos os representantes dos grupos aqui para mostrar o que já foi feito, resgatar todo o histórico e apresentar as dificuldades que estão sendo verificadas. Como estamos trabalhando com grupos, eles acabam tendo alguns problemas, então estamos querendo alinhar e resolver essas questões para dar andamento às capacitações da melhor forma possível e com o maior número de presentes”, conta a gerente de agronegócios do Sebrae, Ângela Souza.

Para a representante da Associação União dos Estudantes e Agricultores do município de São Domingos, Gicelma de Jesus, onde o projeto está em andamento, a ação já vem rendendo resultados. “A gente percebia que os associados não estavam interagindo com a associação e, depois do curso, eles estão tendo mais com a gente. Muitos dos beneficiados não sabiam o real valor dos produtos que usavam, não sabiam calcular o que gastavam e o que ganhavam, e com o curso puderam aprender tudo isso. É claro que não é fácil mobilizar para que todos participem, mas é importante conscientizar e mostrar que isso realmente vai nos ajudar. No final, todo mundo percebe o quanto foi bom”, destacou Gicelma.

Texto: Catarina Soares

Edição: Rebecca Melo