11/04/16 - 14:35:20

Cabeleireiras do Lamarão aperfeiçoam as técnicas de corte e escova (Foto: Ascom/Fundat)

No início deste ano, a Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), órgão vinculado à Secretaria da Família e da Assistência Social (Fundat), realizou a segunda turma do curso de Aperfeiçoamento em Corte e Escova (60h), ofertado no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Carlos Fernandes de Melo, localizado no bairro Lamarão, e finalizado na tarde da última quinta-feira, 7. A instrutora Maria José da Cruz, cabeleireira há 40 anos, conta que explorou assuntos além do conteúdo programado. “Expliquei sobre selagem, relaxamento e luzes”, descreve Maria José, contente com a certificação de mais uma turma.

Além do aprimoramento adquirido, as alunas tiveram a oportunidade de participar da Oficina de Orientação Empreendedora e Financeira (10h), ministrada sempre após o término dos cursos direcionados à geração de renda, visando complementar o conhecimento dos cidadãos a respeito de como conduzir o próprio negócio. “Dei noções de empreendedorismo, como identificar atitudes empreendedoras nelas e potencializá-las”, afirma o instrutor Ismarc Alves. Ele também explica que abordou aspectos relacionados à formação de preço, questões gerenciais, financeiras e administrativas, além do funcionamento do capital de giro. “A ideia é que elas consigam administrar o negócio e tenham lucro”, esclarece.

Aprofundando o conhecimento

Moradora do bairro Lamarão, Maria Adriele Silva, de 27 anos, trabalha como cabeleireira na própria residência. Para a aluna, as aulas fizeram com que ela aprofundasse toda a experiência alcançada ao longo de dois anos de profissão, além de ter aprendido a técnica do corte de cabelo. “Com o curso, obtive a segurança para praticar os conhecimentos adquiridos, hoje já sei cortar”, diz a participante, salientando a importância das instruções sobre empreendedorismo dadas na oficina. “Ajudou a ter uma visão de lucro, gasto e quanto pode cobrar, e uma melhor organização da saúde financeira”, conclui.

A aluna Bruna Dias, de 23 anos, também atua como cabeleireira, atendendo as clientes à domicílio. Ela acredita que o certificado proporcionará mais credibilidade ao trabalho “Para mim foi ótimo em todos os aspectos: no ensino, na aprendizagem e no que vai gerar para mim daqui pra frente”, afirma Bruna, que foi incentivada por meio a continuar investindo na construção do próprio salão de beleza.

Fonte: AAN