18/04/16 - 13:07:53

Banco Mundial e Governo apresentam operação de crédito à Fecomércio (Foto: Assessoria)

Por Márcio Rocha

Visando ampliar o desenvolvimento do estado, o Banco Mundial (The World Bank) enviou representantes para o Sergipe, com a finalidade de aprofundar seu conhecimento a respeito da economia e do mercado sergipano, com o objetivo de negociar uma nova operação de crédito com o Governo de Sergipe. Para isso, os representantes do Banco Mundial estão ouvindo o setor privado, para conhecer sua avaliação sobre o investimento.

Na tarde desta quarta-feira (13), o especialista sênior em desenvolvimento social, Alberto Costa, e a analista de pesquisa Renata Mayer, estiveram na Fecomércio, onde conversaram com a equipe sobre a realidade econômica do estado e apresentaram uma operação de crédito em negociação entre o Governo de Sergipe e o Banco.

Participaram da reunião, o presidente em exercício da Fecomércio, Hugo França, o superintendente, Alexandre Wendel e a chefe do Departamento de Economia da federação Sudanês Pereira, além da superintendente-executiva da Secretaria de Estado da Fazenda, Ana Cristina Prado. Na reunião foi apresentada a proposta de concessão de crédito no valor de US$ 150 milhões, que deverão ser aportados em projetos do Governo de Sergipe nas áreas de Educação, Saúde, Previdência, Gestão Fiscal e Administrativa, com a finalidade de promover melhorias em projetos estaduais. Os recursos serão aplicados para promover o desenvolvimento econômico e social do estado.

O presidente em exercício da Fecomércio, Hugo França, valorizou a iniciativa do Banco Mundial, destacando que Sergipe tem sofrido com perda de recursos na arrecadação e que o montante chegará em boa hora, para fortalecer o desenvolvimento de políticas públicas para dar melhoria na vida dos sergipanos. “Na hora da situação difícil, existem oportunidades e crescimento. Temos que trabalhar mais para que o Estado crie novas oportunidades de desenvolvimento”, disse Hugo, valorizando a iniciativa.

A Fecomércio se colocou à disposição para ajudar no que for necessário para contribuir com a aplicação dos recursos que serão aportados para o Governo do Estado. Hugo França lembrou que existem obras importantes para serem tocadas à frente, como o Hospital do Câncer e o novo Centro de Convenções.

O superintendente, Alexandre Wendel, destacou que a vinda de recursos do Banco Mundial, uma entidade com finalidade de estimular o desenvolvimento sustentável nas nações, chega em um momento oportuno para a retomada do crescimento do estado e da economia local. “Temos que apostar no crescimento de Sergipe. A Fecomércio tem buscado realizar ações para promover a recuperação da economia sergipana e recursos como esse montante de 150 milhões são sempre bem-vindos”, afirmou.

Alberto Costa, representante do Banco Mundial salientou a importância de consultar entidades representativas durante a preparação das operações do Banco Mundial e a importância de ouvir a Fecomércio sobre o panorama da economia do estado, enquanto entidade representativa do setor comercial, respeitada e relevante para o desenvolvimento do Estado de Sergipe.

A Fecomércio informou aos representantes do Banco Mundial, que está com uma agenda de compromissos em produção, com o objetivo de ajudar o Governo de Sergipe a fortalecer o desenvolvimento do comércio no estado, mantendo seu compromisso com o progresso sergipano.