19/04/16 - 05:30:39

LÍDER DO PSC FALA SOBRE EPISÓDIO BOLSONARO E WYLLYS

Neste domingo, 17, o Brasil vivenciou um dos mais importantes capítulos da sua história política. Por 367 votos a favor e 137 contra, foi acatado o pedido de impedimento da presidente Dilma Rousseff, por Crime de Responsabilidade. Agora, o processo será analisado pelo Senado Federal.

Durante as quase seis horas destinadas apenas à votação, os deputados favoráveis e contrários pressionavam os votantes, divididos pelas bancadas dos Estados. Porém, das 27 unidades da federação, apenas a bancada do Rio de Janeiro registrou uma ocorrência entre dois parlamentares.

Logo após proferir seu voto, Jean Wyllys (PSol) foi em direção a Jair Bolsonaro (PSC) e deferiu uma cusparada flagrada pelos presentes, a turma do deixa disso acalmou os ânimos. A vítima informou que representaria o parlamentar do PSol no Conselho de Ética da Casa.

A Rede Record, procurou o líder do PSC, André Moura para saber qual o procedimento que o partido estaria tomando em relação ao ato. Ele respondeu que as imagens já foram analisadas e nos próximos dias, será dado entrada no processo.

“No parlamento as opiniões e as ações devem permanecer apenas nas discussões, podendo inclusive se elevar a níveis exasperados. Mas nunca com contato físico, para que se prevaleça a premissa do parlamento, estas atitudes demonstraram o descontrole do deputado Jean, talvez por não aceitar o resultado que se consolidava naquele instante”, concluiu.

AssCom/AM