23/04/16 - 04:04:00

ITABAIANA:FRIGORÍFICO ATENDERÁ FEIRAS DAS REGIÕES CENTRO-SUL

Empreendimento conta com incentivos do Governo do Estado e foi visitado pelo secretário de agricultura

Seguem bem adiantadas as obras do novo frigorífico que está sendo construído na localidade da Ribeira, município de Itabaiana, às margens da estrada que liga os municípios de Itabaiana a Itaporanga. O empreendimento é de iniciativa privada do Grupo Souza com incentivos do Governo Estadual. Quando estiver em funcionamento, vai atender a todos os mercados e pequenos feirantes dos municípios da região sul, centro sul e parte do agreste.

A expectativa da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), estatal responsável pelo serviço de inspeção animal e vegetal, é de que o novo frigorífico acabe com os abatedouros clandestinos e aqueles que funcionam irregularmente nos municípios. Segundo o órgão, o abate em Sergipe é de 40 mil bovinos por mês.

No último dia 20, o secretário de estado da Agricultura, Esmeraldo Leal, acompanhado do diretor-presidente da Emdagro, Jefferson Feitosa, e da diretora de defesa animal e vegetal da estatal, Salete Dezen, visitaram as obras de construção do novo frigorífico e demonstraram estar surpresos com o avanço na construção. Eles foram recebidos pelo empresário Manoel Moacir Souza e conheceram grande parte dos 82 mil m² da área destinada ao complexo do frigorífico.

“Já vínhamos lutando desde 2011 e estávamos praticamente desistindo devido a uma série de dificuldades, especialmente pelo problema de acesso a água. Foi quando o secretário Esmeraldo Leal nos procurou no início do ano passado e nos incentivou a retomar o projeto. O secretário nos acompanhou para resolver o problema da água através da Cohidro, que vai fornecer o abastecimento de água dentro do regime operacional do Perímetro de irrigação da Ribeira”, destacou Moacir.

Logística do frigorífico

Moacir Souza, sergipano de Campo do Brito, empreendedor e proprietário de outros quatro frigoríficos no estado da Bahia, disse que a unidade de processamento e abate de bovinos em Itabaiana vai atender ao mercado interno de carne. Segundo ele, prestará serviço para feirantes e mercados de carne dos municípios da região sul e centro-sul do estado que estiverem em um raio de 100 quilômetros.

“O dono do boi, pecuaristas ou marchantes traz o animal, paga uma taxa, e aqui o animal será abatido corretamente, dentro dos padrões de higiene exigidos pelos órgãos competentes da vigilância sanitária e inspeção animal. Depois, vamos entregar o produto, ou seja, os cortes de carne e as vísceras, embalado adequadamente e transportados em caminhões frigoríficos até a banca de mercado do município ou onde o proprietários do animal desejar”, detalhou Moacir.

O frigorífico tem 6 mil m², mas toda área industrial tem 82 mil m². A capacidade de abate diário é de 600 bois por dia, que vai atender em torno de 30 municípios.

O secretário Esmeraldo Leal vislumbra que a unidade produtiva, além de incrementar a economia da região, vai beneficiar o estado resolvendo o problema do abate clandestino, que desqualifica a qualidade da carne, gerando problemas de saúde pública e ambiental.

“Em Sergipe, temos um problema sério com relação ao abate de animais. Os matadouros, sejam eles públicos ou privados, trabalham de forma precária, e outros são clandestinos. Apenas o frigorífico da Nutrial em Propriá é certificado. Então, com a construção de um frigorífico deste porte, dentro de todos os padrões legais, além de ser um empreendimento sergipano que tem experiência muito forte na Bahia, acaba resolvendo muitos problemas. Ele pretende gerar cerca de 120 empregos diretos e cumpre um fim social e ambiental extremamente importante”, destacou.

Esmeraldo disse estar surpreso como andamento da obra, porque o grupo há muitos anos tentava instalar-se em Sergipe e não conseguia. “A sensação era de que como se trata de uma obra muito grande, demoraria mais tempo. Imaginávamos que seria uma obra muito lenta, mas para minha surpresa e surpresa muito boa, percebi que está muito adiantada. O grupo é extremamente ágil, escalou um número grande de funcionários e está respondendo num tempo extraordinário, inclusive com previsão de data de inauguração. Isso nos deixou muito estimulados de que fecharemos o ano com mais um grande empreendimento funcionando no estado de Sergipe”.

O presidente da Emdagro, Jefferson Feitosa, explicou que os órgãos de fiscalização e o Ministério Público lutam há anos pela regularização do abate de carne nessa região.

“Num acordo com diversas Promotorias do estado, Emdagro, Secretaria de Agricultura e Vigilância Sanitária dos municípios ficou definido que os matadouros municipais irregulares continuariam funcionando até que existisse um matadouro regulamentado que fizesse o abate. A partir do momento que esse frigorífico de Itabaiana estiver funcionando, outros matadouros não regulamentados provavelmente serão fechados”, disse.

A diretora de defesa animal e vegetal da Emdagro, Salete Dezen, disse que as obras do frigorífico de Itabaiana estão dentro dos padrões legais do sistema estadual de inspeção animal. Segundo ela, a previsão de funcionamento do novo espaço é na segunda quinzena de outubro. “Com o funcionamento, continuaremos a inspeção e, aí sim, o estabelecimento passa a ter certificação de inspeção final. Por enquanto, ela é preventiva”, explicou Salete.

Fonte: Seagri