25/04/16 - 05:59:50

Aulões e oficinas para Enem entram na rotina de estudo dos alunos (Foto: Janaina Silva)

Por Sílvio Oliveira

Aulões de revisão nos finais de semana, cronograma diário definido de atividades e oficinas de conteúdos são alguns dos ingredientes de sucesso, que entraram definitivamente na rotina dos alunos do programa Pré-universitário da Secretaria de Estado da Educação (Preuni/ SEED) e dos estudantes do ensino médio da Rede Estadual de Ensino de Sergipe.

A determinação, o foco e a abdicação de atividades de lazer também acompanham o cronograma de quem quer concorrer a uma vaga no ensino superior através do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 2016.

Luzia de Souza, aluna do 3° ano do Colégio Estadual Fernando Azevedo, e inscrita no polo do Pré-universitário de Nossa Senhora das Dores, sabe bem o que é essa rotina. Às 7h inicia a maratona de estudos em uma das salas do ensino regular do colégio.

No turno da tarde, já em casa, o descanso é interrompido por uma rotina de revisões do que foi visto em sala de aula, além da filtragem do que cai ou não no Enem; a noite, mais uma vez a aluna retorna à sala de aula, desta vez, para o Pré-universitário.

“Descobri o Preuni quando cursava ainda o 2° ano do ensino médio, e desde lá venho me preparando para prestar o processo seletivo na área das Exatas. Montei um cronograma de estudos com um material para cada dia. Pela manhã curso o ensino médio, a tarde estudo o que vi na manhã e à noite vou para o Preuni”, contou.

Da Bahia para Sergipe

Nem os mais de 36 km de distância da cidade de Paripiranga (BA) até o polo do Preuni de Lagarto (SE) servem de desestímulo para os mais de 50 alunos matriculados no preparatório do Enem da região Centro-Sul sergipana.

Por falta da disponibilidade do pré-universitário em terra baiana e por somente apresentar uma escola estadual para o ensino Médio na cidade de Paripiranga, Mirela dos Santos e Ana Luiz Menezes engrossam a estatística dos alunos que vêm da Bahia estudar em Sergipe.

“Lá não tem pré e somente temos uma escola para concluir o ensino médio. É a única opção. Aprendemos mais aqui”, aponta ela, com foco em uma das vagas do curso das áreas de Saúde/ UFS.

Incentivo e administração do tempo

Não é só a garra e a disposição de enfrentar a rotina diária da estrada até chegar a Sergipe que serve de estímulo para quem estuda no Preuni/ Lagarto. Além desse estímulo e do incentivo dos professores, os alunos já vitoriosos no Enem e que querem prestar um novo exame também estimulam os outros colegas, com rotina definida, foco e determinação.

Jismagno do Nascimento Santana (Polo Preuni/ Lagarto) é um exemplo desse grupo. Aos 17 anos, cinco vezes vitorioso nos cursos de Odontologia e Fisioterapia (UFS), Física (IFS) e Engenharia Civil e Direito (Unit), o estudante foca no curso de Medicina para 2016.

“Meus pais pararam o estudo na 4ª série, mas me incentivam a continuar. Quero algo mais que eles não conseguiram. Minha mãe sempre diz que vou conseguir. Tenho um tio professor e ele também me incentiva muito”, afirmou o estudante, ao contar que além do incentivo dos familiares, é importante abdicar de festas e baladas, principalmente à noite.

Pabllo Alves do Santos (Polo Preuni/ Lagarto) também já prestou o Enem em 2015, mas um dos problemas enfrentados por ele foi a falta de administração do tempo na realização da prova.

“Passei muito tempo para fazer a Redação e não tive como fazer direito as questões de Matemática e Língua Portuguesa. Não consegui administrar o tempo”, contou.

Se for pelo incentivo de Lucas Oliveira (Polo/ Nossa Senhora das Dores), que pontuou 920 na Redação do Enem 2015 e foi vitorioso em Contabilidade e Administração na UFS a vitória dos colegas está garantida.

“Primeiro, quero dizer que temos que participar das Oficinas de Redação, que são muito boas. Segundo, focar e dividir o tempo para os estudos com intervalos. Reforçar o que aprendeu no turno da tarde e filtrar, porque nem tudo que mostra no ensino médio cai no Enem”, incentivou.

Quanto a melhoria da administração do tempo no dia da prova, o professor e coordenador do Polo de Lagarto, Clécio Santana, diz que acontecerão os simulados nos mesmos moldes do Enem, com horário de início e término da prova definidos, quantidades de questões e conteúdo iguais ao exame.

“São três simulados durante o período para que os alunos tenham a oportunidade de administrar o tempo”, disse.

Aulões nos finais de semana

A presença em massa dos estudantes no último aulão iniciado pela Secretaria de Estado da Educação (SEED), por meio do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional/ Pré-Universitário (DASE/Preuni), no sábado, 16, em Aracaju (SE), superando em mais de 700 alunos presentes, comprova que se for pela determinação a vitória no Enem está bem mais próxima do que se imagina para os mais de 5.500 matriculados no programa, que deverão se inscrever em 2016.

“Os aulões acontecem nos polos e são abertos e gratuitos para os alunos da Rede Estadual do Ensino e do Preuni”, certifica o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho.

No interior de Sergipe, são realizados durante todo o sábado, relacionados a todas as disciplinas inerentes ao Enem. Em Aracaju, foram divididos por disciplinas iniciando por Matemática, Redação e Atualidades, além de música para relaxar e tira-dúvidas.

“Estamos com uma boa infraestrutura e organização dos aulões para todo o ano, com uma agenda que iniciou neste sábado, 16 de abril, e vai até os dias 31 de outubro, 1,2 e 3 de novembro”, afirmou Fábio Leite, diretor do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional.

Laila Gardênia, coordenadora do Preuni/ SEED ver os aulões como mais um estímulo da Seed, a fim de que os alunos continuem se preparando e estudando nos finais de semana.

“O material foi organizado pelos professores focado no que é cobrado pelo Enem e vamos oferecer às Oficinas de Redação. Sempre traremos temáticas diversas da atualidade, propondo que eles relacionem com as outras disciplinas e tenham embasamento para a redação”, destaca.

Conteúdo e material gratuito

O material é elaborado pelos professores do programa em tempo de férias dos alunos. O conteúdo é dividido em três módulos contando com todo o currículo do ensino médio, para ser revisado em oito meses de planejamento das aulas do Preuni. Os técnicos do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional analisam o material, imprime para ser distribuídos com para os 44 polos de Sergipe.

O professor de Literatura Dicson Soares, do polo do Colégio Dom Luciano, em Aracaju, que participou da elaboração do conteúdo, destaca que o material é suplementar ao que é exposto em sala de aula, como se fosse um resumo para que os alunos assimilem melhor. “Nos aulões trabalhamos as ideias de base para que eles revisem”, explicou.

Luiz Carlos, professor de Matemática, que também elaborou os conteúdos, afirma que o material trabalha os conteúdos básicos do ensino fundamental na perspectiva do que o que o Enem pediu nos últimos anos. “Eles têm que ter base. Os aulões são resumos e revisões”, explicou.

Polo que mais aprova

O coordenador do polo do Preuni de Lagarto, Clécio Santana, conta que o planejamento continuado das atividades, a disciplina, e uma boa equipe de professores são o alicerce na realização dos sonhos dos alunos.

“Não entramos em greve, se o professor perder aula, tem que repor aos domingos e a disciplina e foco dos alunos”, explica sem segredo o sucesso do polo.

O preparatório foi o que mais aprovou alunos nas instituições do ensino superior públicas e privadas, em seus 12 anos de atividades. Em 2015, mais de 126 matriculados ingressaram na UFS e 20 em universidades particulares.

Perguntado o que o faz para seguir em frente, ele não retruca em responder: “Quando vejo o resultado dos alunos no vestibular é um combustível para continuar. Lagarto é o polo que mais aprova e serve de recomeço. Acaba o período, recomeçamos o planejamento, inscrição, matrícula, e quando uns saem, já estamos preparados para receber os novos alunos”, afirmou.

Assessoria de Comunicação da SEED