18/05/16 - 13:58:55

Jailton Santana propõe implantação de táxi compartilhado (Foto Acrisio Siqueira)

O vereador Jailton Santana (PSDB) apresentou, na manhã desta quarta-feira (18), um Projeto de Lei que regulamenta o compartilhamento de táxi bandeira em Aracaju. Em seu pronunciamento no grande expediente da sessão plenária da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) o parlamentar detalhou como a medida funcionaria e destacou que essa pode ser a alternativa para resolver problemas que atormentam o trânsito na capital sergipana.

Segundo a proposta, os atuais detentores de alvará de táxi poderão transportar passageiros desde que estejam cadastrados. Os veículos farão rotas específicas e poderão ser divididos por dois, três ou quatro passageiros. “Aquele que tem veículo poderá deixar o veículo em casa e utilizar o táxi compartilhado pagando mais barato, ou seja, vamos reduzir os congestionamentos nas vias. Não estamos acabando com táxi bandeira, implantando Uber e nem ampliando os táxis lotação, mas essa medida incentiva o uso do táxi como transporte público”, explica Santana.

A cobrança da tarifa será individual e dividida entre os passageiros. Os valores serão definidos pelo Executivo caso a lei seja aprovada.

O parlamentar destacou ainda que a propositura também será viável para solucionar os problemas enfrentados pelos profissionais regulamentados, por conta da atuação de transportadores irregulares conhecidos como clandestinos.

“Em Aracaju o taxista é diariamente massacrado pela ação dos clandestinos apesar dos esforços do Poder Público para coibir o transporte irregular de passageiros. Recentemente vimos um suposto taxista irregular atirar contra agentes da SMTT e não podemos mais aceitar essa situação. Só pode atuar, em nossa capital, aquele que tem a licença da SMTT e cumprem suas obrigações. Discuti a proposta do táxi compartilhado com o Sindicato da categoria que nos deu total apoio”, enfatiza Jailton Santana.

O sistema de táxi compartilhado já existe em Belo Horizonte (MG) e transporta cerca de 12.500 passageiros por dia. Agora, o PL precisa da aprovação dos demais parlamentares para entrar em vigor na capital sergipana. Alguns, já manifestaram apoio à proposta. “Se for para beneficiar a comunidade, pode contar com meu voto”, assegurou o vereador Emmanuel Sobral (PT), em aparte.

Will Rodriguez