18/05/16 - 00:01:00

PARA CHAMAR DE SEU

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

As eleições municipais em Aracaju começam a criar certa expectativa em relação à indicação do nome que o governador Jackson Barreto (PMDB) fará para disputar a Prefeitura da Capital pela base aliada. Pelo que se sente, entre integrantes do Governo, é que muitos dos filiados aos partidos do arco de aliança gostariam que JB liberasse os dois précandidatos que restaram, para que eles fizessem suas campanhas e “fossem o dono do seu sucesso”.

Ter um candidato “para chamar de seu” é um risco, num período eleitoral que se tornou complicado, depois do afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT). O indicado pelo governador não pode perder. Se acontecer, o resultado negativo mancha uma trajetória de vitórias de JB, quando disputou ou indicou alguém como candidato a prefeito e todos foram eleitos. São apenas dois précandidatos: Zezinho Sobral (PMDB) e Edvaldo Nogueira (PCdoB). Ambos amigos de longas datas e que participaram de outras eleições. Nada mais natural que liberar os dois à disputa.

É bom analisar a política nacional. Embora em Sergipe o cenário seja diferente, não se pode esconder que hoje PT e PMDB estão em campos opostos. Jackson não apoiou o impeachment, mas da bancada federal que ele coordena, apenas dois foram contra a saída de Dilma. O deputado Fábio Reis, que é do PMDB, acompanhou o partido no voto pelo impeachment, mesmo que não interferisse mais no resultado final.

O PT em Sergipe já declarou que acompanhará Jackson Barreto, como disse Rogério Carvalho, sem assegurar que seja qualquer um dos dois que JB indique. Pretende primeiro ter conhecimento do nome sugerido, para se reunir e decidir logo após.

Não será tão fácil. O mais prudente e não assumir uma das duas candidaturas e trabalhar para o sucesso do grupo, que seria a eleição de um ou de outra. De qualquer forma, haverá segundo turno. E só a partir daí é que deve por as mãos na massa.

EM PLENÁRIO

Circulou ontem, no plenário da Câmara Federal, que o PT Nacional prepara resolução para proibir coligações nas eleições municipais em todo o País com o PMDB.

Principalmente nas Capitais.

DESFAZ

Rogério Carvalho (PT) desfaz a informação anterior. Diz que já saiu a resolução que impede o apoio a candidatos que votaram ou apoiaram ou impeachment.

– Mas isso não impede a coligação com o PMDB, disse.

LÍDERES

Rogério reconhece que “temos dois líderes – Jackson Barreto (PMDB) e Edvaldo Nogueira (PCdoB) – e o melhor clima de ganharmos as eleições”.

Lembra que “JB continua sendo coerente com a sua história”.

TEM MAIS

O PCdoB Nacional quer “cobrar a fatura” do PT e pedir o apoio da legenda em apenas duas capitais: Aracaju e Porto Alegre, onde têm précandidatos.

Edvaldo Nogueira e Manuel D’Ávila, respectivamente.

QUERER TUDO

Edvaldo Nogueira disse, em entrevista, que o PCdoB é o único partido que não tem planos para 2018. Afirma que “um único partido não pode querer de tudo”.

Qual partido pretende querer tudo: DEM, PSB, PSDB ou PMDB?

COMO DEFINIR

Líderes do PT teriam dito a Jackson Barreto, em reunião, que não tem nada de definir candidatos da base aliada em maio. Acham cedo.

Lembraram que as convenções acontecem em julho.

OPINIÃO

Na opinião da maioria petista, deixa que os précandidatos avancem em suas tentativas de conquistar o eleitorado, para que se habilitem a disputar a Prefeitura.

– Eles é que precisam trabalhar neste momento, disse um dos petistas.

CAMPANHA

Um prefeito de cidade do interior, que disputa a reeleição opina: “teremos campanha fria pelo pouco tempo de divulgação e por falta absoluta de recursos”.

– Os empresários não vão participar da campanha, admite.

DESENHO

Há outro desenho para o pleito deste ano, com a falência dos municípios que há 16 meses sofrem com a falta de repasses da presidente afastada Dilma Rousseff.

O Temer ainda não se referiu à calamidade nos Estado e municípios.

ESTRANHO

Causou estranheza à oposição e à situação o discurso do vereador Vinícius Porto (DEM) ao governador Jackson Barreto (PMDB), contra os ataques do PT.

O discurso de Vinícius fundiu a cuca de opositores e aliados?

EXPLICA

À tarde, Vinícius Porto disse que o fato de Jackson Barreto anunciar que não pretende mais disputar mandato, “alguns aliados estão abandonando-os”.

– Os partidos não estão mais o ouvindo, disse.

ALAGOAS

Jackson Barreto viaja amanhã a Maceió para participa da Reunião dos Governadores do Nordeste. Na pauta o início do diálogo com a nova equipe do governo federal.

Velhas e novas reivindicações estarão em pauta.

DÍVIDA

Os governadores vão reposicionar as reivindicações, sobretudo as que envolvem a renegociação da dívida dos Estados, com objetivo de minorar a crise.

O governador da Bahia vai sugerir eleições gerais para este ano.

EXECUTIVA

O Partido dos Trabalhadores reúne a executiva estadual na sexta-feira, em sua sede e vai discutir eleições municipais e a mobilização da legenda no combate ao “golpe”.

Alguns líderes que fora da cúpula também foi convidado.

DIVIDIDO

O PT está dividido em relação ao candidato a prefeito de Aracaju. O presidente regional Rogério Carvalho quer acompanhar a indicação do governador Jackson Barreto.

Márcio Macedo prefere Edvaldo Nogueira (PCdoB).

UM PAPO

A tendência petista Unidade na Luta, liderada por Marcio Macedo (PT) se reúne para um papo antes do encontro da Executiva para definir posição.

Macedo, hoje um bam-bam-bam na Executiva Nacional, está arredio ao PMDB.

SOCORRO

O prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), está animado com o crescimento de Klewerton Siqueira (PDT), seu précandidato à Prefeitura do município.

Ele tem ganhado fôlego nas avaliações.

CONFIRMA

Adilson Jr., vai mesmo deixar a Secretaria do Turismo e do Esporte e Turismo, dia 31 de maio, para disputar a Prefeitura de São Cristóvão.

Ele já está em campanha e se declara bem avaliado.

Notas

Cultura – O senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) posta no twitter que amanhã (hoje) na reunião com o presidente interino, Michel Temer (PMDB) com os líderes no Senado Federal, “pedirei o retorno do Ministério da Cultura”. Segundo o senador Valadares, não é essa despesa que quebra o Brasil.

0x0

Placas – Sargento Edgard Menezes pergunta onde esses artistas estavam quando o PT ‘f.d.a’ o Brasil com suas roubalheira, propinas e corrupção? Lindo seria os artistas no tapete vermelho, com as placas escritas assim: “Temer, salve o povo pobre, recupere os 25 mil leitos dos hospitais”.

0x0

Revoga – Ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), revogou uma das portarias que autorizava a ampliação do programa Minha Casa, Minha Vida. A medida faz parte da revisão feita pela equipe do governo Michel Temer sobre os decretos assinados pela presidente pouco antes de ser afastada pelo Senado.

0x0

SUS – Ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou que a solução do financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) está condicionada a uma reforma na Previdência Social. “Eu não tenho nenhuma pretensão de redimensionar o SUS. O que nós precisamos é capacidade de financiamento para atender à demanda”, disse.

0x0

Crítica – Em documento divulga ontem pela Direção Nacional do PT, o partido faz critica ao que chama de “esgotamento do modelo econômico” e as alianças partidárias do governo de Dilma. A resolução também afirma que a operação Lava Jato desempenhou “papel crucial na escalada golpista”.

0x0

Danos – Em outro trecho, o documento diz que o Partido dos Trabalhadores incorreu “em um equívoco político” ao não tomar a frente de “tarefas fundamentais como a reforma política, a reforma tributária progressiva e a democratização dos meios de comunicação”,  que lhe provocou danos políticos.

Conversando

Mamata – De Gaudêncio Torquato: Urge limpar os vãos da República dos chupins que sugam suas energias! Afora os malandrins de uma certa Cultura da mamata.

Sem veto – Emmanuel Nascimento diz que não há veto nem a Zezinho Sobral e nem a Edvaldo Nogueira. “Colocar o PT em colisão com os aliados eu não aceito”.

Dilma – A revista Voto publica: “sem Lula, PT critica Dilma e diz que ela precisa mostrar compromisso sobre ‘rumo’ do governo”.

Direita – É certo que Temer toma posição de direita condenável, mas não dá para esquecer o caos que Dilma deixou no Governo e nem a corrupção generalizada.

Célula – Eduardo Amorim diz que uma célula do Hospital de Câncer de Barretos será instalada em Lagarto. “Recebemos essa notícia em uma data oportuna”.

Magoado – Deputado Francisco Gualberto diz ter ficado completamente magoado com Valadares Filho e o PSB Nacional pelo posicionamento em Brasília.

Heleno – Pastor Heleno fala sobre dificuldades financeiras d Canindé e afirma que Brasil não está preparado para cultura de reeleição.

Projeto – Dr Emerson explica projeto alternativo defendido pela Rede. Salienta que na gestão pública é preciso buscar competências e não aliados.

Empatado – Kleverton, que tentara a Prefeitura de Socorro, lembra que seu bloco ainda nem começou a ir às ruas e, mesmo assim, já está empatado com concorrentes.