19/05/16 - 15:10:02

Dicas para aproveitar os descontos no e-commerce brasileiro (foto: pixabay.com)

Varejo online deve atingir R$ 56,8 bilhões em 2016, segundo ABComm

O brasileiro está sempre em busca de alguma promoção ou desconto, mas com o salário apertado e os preços nas alturas a única opção que resta é pesquisar bastante e controlar a expectativa tanto dos consumidores, como dos lojistas.

Antes de comprar qualquer produto no e-commerce por mais barato que seja fique atento. “É comum às lojas darem descontos, mas cobrarem um absurdo de frete, por exemplo, conheço casos em que o frete era mais caro que o produto. Dessa maneira não compensa para o consumidor, que acaba por abandonar o carrinho”, alerta o CEO da Yourviews, Fernando Shine.

Listamos algumas dicas para quem quer um bom desconto e ao mesmo tempo não sair no prejuízo. Confira:

1) Faça uma lista de produtos que você quer comprar:

Todo mundo sabe a diferença que faz um desconto na hora de finalizar a compra. Mas, antes de comprar um produto só porque está na promoção, pense se realmente precisa dele. Para facilitar liste, pesquise e selecione as opções mais viáveis de acordo com o valor que você está disposto a pagar.

2) Busque promoções:

Produtos com desconto são sempre um diferencial. Após decidir o que irá comprar, veja se o produto não está em promoção em alguma loja, geralmente o e-commerce proporciona um desconto maior se comparado com as lojas físicas. O varejo online oferece preços baixos e descontos no frete.

Outra dica: Ache cupons, por exemplo, Cuponation, a Cuponeria e o Cupons Mágicos. Veja se esses sites têm cupons de desconto para usar na loja que você quer comprar o produto.

3) Indique e ganhe:

Segundo Shine, inúmeros e-commerces fazem ações como o indique e ganhe. São aquelas ações que quando você entra em determinada loja e indica para um amigo (apenas manda o convite! Ele não precisa de fato comprar.) você automaticamente ganha descontos no site ou em determinados produtos.  

4) Utilize sites de monitoramento de preços:

Sites como Buscapé, Bizoo e Baixou são algumas opções para monitorar preços de lojas virtuais, eles alertam os consumidores caso os valores diminuam. Além disso, os comparadores de preço verificam se determinado produto está sendo vendido por um preço acima ou abaixo da média.

O serviço permite analisar tendências, por exemplo, ele monitora se o site costuma baixar preços do produto em determinado dia da semana, horário, etc. De acordo com Shine, também é bom deixar um alerta programado para promoções de madrugada, pois os preços caem mais de 50%.

Aline Matos

Assessora de Imprensa (Link Builder)