19/05/16 - 05:26:44

Atendimentos odontológicos e oftálmicos são realizados para alunos (Foto ascom)

Projeto ‘Consultórios Itinerantes’ visa identificar precocemente problemas de visão e garantir a saúde bucal de crianças e adolescentes

Alunos da rede estadual de ensino estão tendo acesso ao projeto ‘Consultórios Itinerantes’, que visa identificar precocemente problemas de visão e garantir a saúde bucal de crianças e adolescentes, combatendo, assim, dois grandes problemas causadores da repetência escolar. O projeto foi ampliado nesta segunda-feira, 16, com atendimento odontológico para os estudantes dos municípios de Poço Redondo, Carira, Monte Alegre, Aquidabã e Aracaju. A iniciativa faz parte do programa Saúde na Escola, realizado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), em parceria com os Ministérios da Saúde e Educação.

“Está sendo atendida uma média de 16 estudantes por dia, em procedimentos simples como restaurações e extrações, limpezas e aplicação de flúor, além do trabalho educativo com orientação para a escovação”, disse Ana Débora Lima de França, diretora em exercício do Dase.

O projeto é composto por três unidades móveis montadas com equipamentos de última geração em oftalmologia e odontologia e estão funcionando no Hospital Universitário (HU). O deslocamento dos estudantes e de seus acompanhantes até o local de atendimento é assegurado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), que ficou responsável pelo transporte.

“Essa é uma ação coordenada pelo Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), e tem o propósito de contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças, jovens e adultos da educação básica”, ressalta Ana Débora.

Segundo ela, a primeira etapa do projeto teve início em fevereiro deste ano com atendimento oftalmológico a 115 estudantes de Nossa Senhora de Lourdes e de Porto da Folha, municípios prioritários para o atendimento, conforme as diretrizes da portaria que define o projeto ‘Consultórios Itinerantes’.

“Foram realizados procedimentos de baixa complexidade em oftalmologia como consultas, medida de refração ocular, diagnóstico precoce de patologias relacionadas à retina (exame do fundo do olho), retirada de corpo estranho, além do fornecimento de óculos com base na necessidade constatada em cada diagnóstico”, disse Débora.

A diretora em exercício do Dase informou ainda que já foram disponibilizados 56 óculos nesse primeiro momento. O início da segunda etapa dos atendimentos oftalmológicos está previsto para o dia 7 de junho e envolverá mais municípios.

Parceria

No âmbito estadual, a iniciativa reúne as Secretarias de Estado da Educação e de Saúde, além da Universidade Federal de Sergipe, através do Hospital Universitário e Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), em regime de parceria e colaboração entre os órgãos.

Fonte: assessoria