20/05/16 - 00:01:13

JACKSON FINGE QUE NÃO ENTENDE

DIÓGENES BRAYNER – plenario@faxaju.com.br

Não há dúvida, pelo cenário atual, que a militância petista deseja a indicação do nome de Edvaldo Nogueira (PCdoB) como précandidato a prefeito de Aracaju. Todos loucos pelo apoio do governador Jackson Barreto (PMDB), desde que ele indique o ex-prefeito. Apenas um grupo de pequeno porte acompanha o que diz o presidente regional do PT, ex-deputado federal Rogério Carvalho, que anuncia seguir a orientação de JB.

Evita falar que esse apoio seja mesmo com a indicação de Zezinho Sobral.

Não há pressão petista sobre isso, mas se percebe certo forçar de barra para que haja uma decisão que dê margem ao PT fazer uma composição que siga orientação nacional da legenda. Por enquanto Jackson fica dando uma de “João sem braço”, como diria o antológico Hilton Lopes, e tira conclusões pessoais das suas próprias observações e do que ouve de aliados, assessores e amigos. Nessas últimas semanas, Edvaldo Nogueira deu uma sacudidela em sua précampanha, enquanto Zezinho Sobral, o nome do PMDB, trabalha em visitas aos bairros, sem exceder no marketing.

Alguns peemedebistas estão percebendo que o PT pressiona por uma candidatura que não quebre o seu compromisso com as questões políticas que o partido enfrente, neste momento, a nível nacional. Os petistas demonstram que não vão sair às ruas ao lado do PMDB, partido que classificam de “golpista” e que tomou o Planalto através de uma conspiração contra Dilma. Aceitar ou não eis o problema. Apesar de ter sido claramente contra o impeachment, Jackson Barreto é do PMDB, partido que comanda a República atualmente, e Sergipe não está em condições de independência suficiente para enfrentar o presidente.

Tudo tem que ser bem medido, porque enquanto Jackson demonstra não aceitar Temer, a oposição faz a festa… E 2018 está bem ali, olhem bem!

GOVERNO

O senador Eduardo Amorim, líder do PSC, disse ao Michel Temer que pela primeira vez está Governo: “espero que você seja feliz”, disse-lhe o presidente.

– Espero que o povo brasileiro seja feliz, respondeu Eduardo.

EQUILÍBRIO

Amorim também disse a Temer que a hora é de ter equilíbrio nas decisões e naquilo que se pode dizer à sociedade aquilo tudo que se deve.

Acha que Temer não teve tempo de se organizar.

CIDADÃO

Eduardo Amorim não anuncia agora a sua précandidatura à Prefeitura de Aracaju, mas na primeira ou segunda semana de junho: “ainda tenho muito o que conversar”.

O senador recebeu ontem o título de cidadão aracajuano.

EQUIPE

Os quatro assessores da área política do governador João Alves Filho (PMDB), quando se reúne, deixa em dúvida a escolha sobre o melhor nome para disputar a Prefeitura.

Um defende Zezinho Sobral e três se insinuam para Edvaldo Nogueira.

POR QUE?

Quem defende Edvaldo Nogueira (PCdoB) tem como argumento que, em caso de derrota no pleito, o resultado do pleito não respinga tanto em Jackson Barreto.

Já uma derrota de Zezinho (PMDB) o alvo seria Jackson.

PROBLEMA

Tem peemedebista influente que não pode nem ouvir falar em aliança com o PT e sequer posar próximo a algum petista.

– Acho que o PT deve ficar lá com Edvaldo Nogueira, disse.

RAZÕES

A mesma fonte diz que o PMDB em Sergipe não pode se tornar na “aldeia gaulesa de Asterix” e se rebelar contra Temer, porque vai precisar do presidente.

– Enquanto o PMDB de Sergipe se afasta do Governo, os adversários o abraçam.

PREOCUPA

Um aliado próximo a Jackson Barreto sente que ele não demonstra preocupação com a decisão que vai tomar sobre a candidatos a prefeito: “parece sem euforia”.

Acredita que no momento exato, que será pelo seu relógio, tomará uma atitude.

IMPRENSA

A declaração é do radialista Gilmar Carvalho: a imprensa brasileira está se acabando. Afirma que da maior à pequena imprensa, todas se arrastam para a mediocridade.

É verdade. Infelizmente é verdade.

MUDANÇA

A imprensa mudou o figurino da isenção e trocou o factual pelo opinativo e cada um defende ponto de vista que lhe seja favorável.

Quem faz a imprensa tem que retornar ao equilíbrio e se manter em cima do muro.

JOÃO ALVES

O prefeito João Alves Filho (DEM) atua discretamente nos bastidores da política e sua candidatura à reeleição está definida.

Ao seu estilo, acha cedo para fazer campanha…

ZEZINHO

O deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB) esteve ontem com Jackson Barreto e disse que ele precisa se libertar da malquerência do PT e tomar uma posição.

– O PT em Sergipe quer usar o PMDB, disse.

ENCONTRO

Dia 09 de junho terá reunião da Executiva do PMDB em Sergipe com filiados que tenham mandatos, para que a legenda tome posição em relação ao Governo Federal.

– A gente não pode ser oposição a um Governo do nosso partido, disse Zezinho.

QUEIXAS

Além de Zezinho Guimarães, outros peemedebistas acham que Jackson Barreto tem que definir a posição do Estado “e não seguir a sua posição político-ideológica”.

Lembrou que a oposição de Sergipe está forte no Planalto.

CONSELHO

Valadares Filho ouviu conselho de um prefeito amigo: “o segredo é escolher bem a equipe. Não deve ser montada para agradar a aliados, mas para agradar ao povo”.

O deputado convenceu-se que essa posição funciona.

DETALHE

A indicação do novo ministro das Minas e Energia foi atrasada em 15 minutos, porque o ministro Michel Temer estava conversando com o senador Valadares (PSB).

O senador é o intermediário entre Temer e a bancada.

ADIADA

O PT cancelou a reunião da Executiva Estadual de Sergipe, que seria realizada hoje, para discutir a conjuntura política e atuação mais ativa do PT na Frente Brasil.

Notas

Rouanet – Gaudêncio Torquato denuncia que de 2006 a 2011, Marieta Severo conseguiu nada menos que R$ 4.192.183,00 pela Lei Rouanet. Marieta só da Petrobras recebeu R$ 400.000,00 em 2012, R$ 400.000,00 em 2013 e 2014 e R$ 400.000,00 em 2015. Realmente tem que defender o Ministério da Cultura.

0x0

Cultura – Os governadores do Nordeste aprovaram ontem um manifesto pela volta do Ministério da Cultura. Em carta aberta, os representantes dos nove estados da região se dizem contra a extinção da pasta pelo presidente interino Michel Temer e defendem a manutenção das políticas de incentivo à cultura. (Radar online)

0x0

Para quê? – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), questionou ontem quais seriam os “compromissos” do deputado federal André Moura (PSC-SE) à frente da liderança do governo Temer na Câmara. Renan Calheiros insistiu na pergunta: “é o deputado André Moura o líder do Governo para o quê?”

0x0

Resposta – O deputado André Moura afirmou que o peemedebista não é a “pessoa mais apropriada” para criticar ninguém. “Se ele criticou, tenho que respeitar a crítica dele, mas acho que o senador Renan Calheiros talvez não seja a pessoa mais apropriada para criticar ninguém, né?”, afirmou o novo líder do governo.

0x0

Consulta – Uma consulta pública sobre a realização de novas eleições desapareceu do site do Senado. A enquete foi aberta há dois dias, mas, ontem estava fora do ar. Antes do recrudescimento da crise política, o presidente do Senado, Renan Calheiros, chegou a dizer que via com “bons olhos” a antecipação das eleições.

0x0

Dilma – O presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB), visitou ontem a presidente Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada. De acordo com a assessoria de Renan, a visita ocorreu a pedido da presidenta e foi um “encontro institucional” – o primeiro depois que Dilma foi afastada da Presidência da República.

Conversando

Rombo – O presidente em exercício, Michel Temer, quer denunciar rombos da gestão Dilma Rousseff em pronunciamento.

Resolve? – O fato de Temer querer anunciar rombo da gestão anterior não vai resolver o problema do País. A sociedade quer saber como ele vai tapar o rombo.

Fragilidade – Após reunião da Executiva do partido, Humberto Costa (PT) contou que o governo de Michel Temer já mostrou sua fragilidade.

Saída – Marcio Rocha acha que aumentar impostos não é saída para nada. Países com tributação superior a 33% sofrem queda de arrecadação.

Nordeste – A maior taxa de desemprego do País, no primeiro trimestre, foi observada no Nordeste, a desocupação da região ficou em 12,8%.

De tudo – De sargento Edgard: Aonde esse país vai parar? Temos de tudo no Congresso, palhaço (sem discriminação), denunciados em crimes, e sortudos da loteria.

Caminhos – Antônio Samarone diz: não dar para defender os usurpadores Temer/Cunha, nem ao PT e nem ficar em cima do muro. Urge outros caminhos.

Socorro – Kleverton Siqueira lembra que conhece a realidade de Socorro não só como gestor, mas como morador q cresceu pelas ruas do município.

Mau caráter – Gilmar Carvalho bate firme ao dizer que chamar o deputado federal André Moura de assassino é coisa de mau caráter