23/05/16 - 14:34:50

Oficina Escola de Laranjeiras incentiva a preservação de patrimônios (Evaldo Moura)

A Prefeitura de Laranjeiras mantém um dos mais importantes serviços em benefício da juventude laranjeirense, a Oficina Escola de Laranjeiras (OEL), uma parceria da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, com o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A OEL tem o objetivo de contribuir com a revitalização para a revitalização para o patrimônio cultural e o desenvolvimento social sustentável de Laranjeiras.

As turmas abrangem cerca de 30 jovens entre 16 e 21 anos que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Atualmente os estudantes da OEL participam dos cursos de Segurança no Trabalho e Educação Patrimonial, e trabalham para a conclusão da restauração da Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Homens Pardos e da revitalização de todo o seu entorno. Os estudantes da OEL recebem uma bolsa-auxílio da Prefeitura.

O secretário municipal de Cultura, Evanilson Calazans, destaca a importância do serviço para o município e para a juventude laranjeirense. “Primeiro pela importância de acreditar na juventude com o incentivo de cuidar do patrimônio e formar profissionais. A ideia é formar esses jovens e passar para eles a importância do patrimônio para a cidade de Laranjeiras. Além de incentivar a questão de preservação e com isso formar artistas nas áreas de pintura, arquitetura e etc”, destaca o secretário.

Evanilson diz que, por conta da crise, as aulas deram uma parada e, com isso, as restaurações de patrimônios também. “A Oficina Escola está tentando se reerguer, agora com parceria também com o Fundo Nacional de Preservação do Patrimônio (FUNPATRI). Através da parceria foi aprovada a verba para reconstrução do Altar Mor e pintura da igreja”, disse.

O estudante da OEL Allan Phelipe Ferreira de Lima enfatiza que a OEL o ajudou muito a obter mais conhecimento. “A OEL é um projeto muito interessante, pois visa a preservação do nosso patrimônio cultural e histórico, afinal, aqui está sendo muito defasado, estão abandonados e nós da oficina escola tentamos cuidar do nosso patrimônio para não deixar cair no esquecimento. Através da restauração, fazendo pesquisas e até desvendando histórias que ninguém sabia. Os cursos podem servir para o nosso futuro, alguém que queira seguir a carreira, mas também para o nosso conhecimento que é a parte mais importante da OEL”, afirmou Allan.

O jovem Tawan Rafael de Jesus Santos, diz que a Oficina Escola de Laranjeiras o ajudou a ver a cidade de outra forma. “A gente está passando a ver Laranjeiras com outros olhos, a gente olhava para os prédios e via apenas como casas comuns, agora conhecendo a história delas, onde viveu e quem viveu se torna algo bastante significativo. Após o aprendizado aqui passado o pensamento de muitos mudou, o senso de preservação aumentou, quando olhamos para os prédios já vemos a história, sentimos mais orgulho de viver aqui”, concluiu.

Sobre a OEL

A OEL foi criada em 1998, através de um convênio entre a Prefeitura e o Iphan, com os objetivos da revitalização do patrimônio cultural do Município e a formação profissional, social e cultural de jovens em situação de risco pessoal e social. Naquela época a cidade havia sido recentemente tombada pelo Iphan (1996).

A primeira restauração da OEL foi a Igreja da Comandaroba, entregue à comunidade com missa festiva em dezembro de 2000, com 16 jovens concludentes. A segunda obra foi a sua própria sede, no calçadão da rua Getúlio Vargas, concluída no início de 2008, com 14 formandos.

Atualmente, trabalham na restauração da Igreja Nossa Senhora da Conceição dos Pardos, também no Centro Histórico de Laranjeiras.

Ascom / PML