25/05/16 - 14:12:42

A força política de Zé Franco na eleição em Nossa Senhora do Socorro! Apoio dele será decisivo e o próprio poderá ser candidato

Quando não disputou a reeleição em 2014, como deputado estadual, muita especulou que Zé Franco (PSDB) estaria “desgostoso com a política”, que já estaria decidido a deixar a vida pública e que, supostamente, já estaria enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Dois anos depois, sem fazer muito barulho, sem declarações à imprensa, ao seu estilo, Zé Franco ressurge “das cinzas”, e desponta bem como pré-candidato a prefeito de Nossa Senhora do Socorro na eleição deste ano.

Zé Franco tem percorrido as comunidades, tem se reunido com amigos, ainda sem muito alarde. Mas é um “páreo duro” na eleição que se aproxima. Candidato a sucessor do prefeito Fábio Henrique (PDT), o ex-secretário Klewerton Siqueira (PDT) participa dos atos religiosos, tem o apoio da máquina, vem com o discurso do “novo na política” e até absorve alguns êxitos da gestão, como o Plano de Cargos e Salários do funcionalismo, mas o insucesso de programas como o “Lama Zero” podem lhe custar as chances que possui de ganhar.

Os rumores no município da Grande Aracaju dão conta que o governador Jackson Barreto (PMDB) vai apoiar a pré-candidatura do deputado estadual Padre Inaldo (PCdoB), que possivelmente terá Betinho (PMDB) como candidato a vice-prefeito. Um dos maiores desafios da chapa é a baixíssima popularidade de JB em Socorro, que já atinge índices inimagináveis, ou seja, o desejo do governador pode não ser decisivo.  Outro ponto conflitante: enquanto o Padre Inaldo é um forte crítico da gestão do prefeito Fábio Henrique, o pré-candidato a prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) sonha com o apoio do PDT do prefeito de Socorro na capital.

Em síntese, o cenário virou para Zé Franco. Ele se demonstra forte politicamente nos bastidores, não faz críticas públicas ao atual prefeito e traz no histórico o apoio decisivo em 2014 que ajudou na eleição do Padre Inaldo na Assembleia Legislativa. Para este ano, se não for candidato, Zé Franco tanto pode decidir a vitória para o lado em que “pender”, como pode voltar a comandar a prefeitura de Socorro. Sua situação eleitoral ele garante que já regularizou. É esperar a hora certa para medir essa “força” do tucano em Socorro…

É uma Barra I

Dando o que falar entre os novos moradores da Barra dos Coqueiros, em especial, os que residem nos condomínios particulares, a lei complementar do atual prefeito Airton Martins (PMDB), dando ciência de que a Prefeitura “não fará mais a manutenção da iluminação pública nos postes que ficam dentro dos condomínios”.

É uma Barra II

A prefeitura da Barra quer repassar a obrigação para a Associação dos Moradores. Tudo normal, se os moradores não fossem obrigados pela gestão municipal a terem que arcar com a taxa de iluminação pública. Detalhe: além dos moradores dos condomínios, as próprias associações também estão pagando a taxa de iluminação. Em síntese, se o Município arrecada, ele tem que prestar o serviço, ou não? Com a palavra a prefeitura da Barra!

João Alves Filho

A convite do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, o prefeito João Alves Filho ministrou palestra ontem sobre a atual situação em que se encontra o Rio São Francisco. Além do ministro, também participaram o secretário de Recursos Hídricos, Ricardo Sovinsk; o diretor geral do ministério, Raimundo Deusdará Filho; o diretor presidente da Agência Nacional das Águas (ANA), Vicente Andreu; diretor da ANA, Ney Maranhão; e a presidente do Ibama, Sueli Caldas; o secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Aracaju, Eduardo Matos; e o presidente estadual do Partido Verde (PV), Reynaldo Nunes.

Para reflexão

Alguns setores da imprensa estão especulando que o aumento das taxas de ocupação e foro em terrenos de Marinha tem relação com o aumento do IPTU em Aracaju. Agora, como perguntar não ofende, será que os terrenos na Praia do Saco, em Estância, também reajustados, têm alguma relação com a PMA?

Valdione Sá

Autoridades do mundo político sergipano se despediram ontem de Valdione Sá, ex-prefeito de Itabi. Seu velório em Aracaju atraiu muita gente e logo mais, no cemitério de sua cidade natal, ele foi sepultado. Políticos de várias agremiações partidária prestaram suas últimas homenagens.

Eduardo Amorim I

Na noite de ontem, o senador Eduardo Amorim (PSC) e membros da bancada de Sergipe participaram de audiência com o presidente da República interino, Michel Temer. O parlamentar sergipano aproveitou a ocasião para pedir pelo seu Estado, que para ele, não vem sendo contemplado pela união. “Nos últimos governos, Sergipe não vem sendo observado. Não é justo nosso Estado continuar sem investimentos diante de tanto esforço dos sergipanos, sem contar os pagamentos altíssimos dos impostos”, lamentou Eduardo solicitando para que Temer mude esse lastimável quadro.
Eduardo Amorim II

O ministro dos transportes Maurício Quintella também esteve presente na audiência. Eduardo Amorim não hesitou em também pedir, mas desta vez, prioridade na obra da BR-101 que, segundo ele, se arrasta há anos. Além disso, o ministro também recebeu convite do senador para conhecer a Festa do Caminhoneiro, que acontece no mês de junho, na cidade de Itabaiana. Michel Temer acatou a ida do ministro para conhecer o grande evento.

Bomba!

Mudanças nas Diretorias da Fundação Aperipê: saíram Paulo Henrique Sobral Santos, Danilo Dias Sampaio Segundo e Telma Rios Pimentel. Entraram Jefferson Bosco Batista de Andrade, Leonardo Levi Moura Gama e José Mário Maciel Santos. As informações constam na edição dessa quarta-feira (25) do Diário Oficial do Estado. É a turma do PSB sendo afastada do governo por Jackson Barreto.

Exclusiva!

Uma autoridade sergipana, que adora pousar como paladino da moralidade, exerce “clandestinamente” a profissão de advogado. A informação que chega a Politizando é que o mesmo tem um “pacto” com um conhecido e competente advogado sergipano, que assina pelas ações defendidas pela “autoridade”. Eitalêlê!!!

Terreno de Marinha I

Aracajuanos que vivem em área de terreno de marinha levaram um susto quando receberam o boleto para pagamento do imposto que vence no próximo dia 10. O reajuste médio aplicado pela Secretaria do Patrimônio da União foi de 300%. Os deputados federais Laércio Oliveira (SD/SE) e Lelo Coimbra (PMDB/SE) e o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado realizaram uma reunião com o secretário da SPU, Guilherme Rodrigues, para questionar esse reajuste que aconteceu somente nas cidades de Aracaju e Vitória.

Terreno de Marinha II

O secretário afirmou que vai pedir um relatório da situação das três cidades para buscar entender porque o reajuste foi tão alto nessas localidades. “Precisamos saber se esse aumento é pontual ou generalizado e vamos formular uma proposta para levar ao novo ministro do Planejamento”, informou. José Carlos Machado pediu para que o vencimento do pagamento da taxa de foro e ocupação que será dia 10 seja prorrogada, para que haja tempo de finalizar todas essas negociações.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com