26/05/16 - 16:22:10

Ela revelou que ainda precisa de cuidados especiais, mas disse que “o pior já passou”. Giovana está internada no Hospital Sírio Libanês

A assessora de imprensa Giovana Alves de Oliveira, cunhada da apresentadora Ana Hickmann, usou sua conta na rede social Instagram para divulgar que saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela revelou que ainda precisa de cuidados especiais, mas disse que “o pior já passou”. A mensagem foi postada na tarde desta quinta-feira (26). Giovana está internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde quarta-feira (25), após ser transferida da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“Queridos, eu só posso dizer muito obrigada por todas as mensagens, rezas, orações e energias positivas que me foram enviadas. Já estou no hospital de SP, saí da UTI, e preciso ainda de alguns cuidados especiais, mas o pior já passou, graças a Deus e a essa força maior divina que com certeza me salvou! Aos poucos vou respondendo todas as mensagens! Não me esqueçam nas orações”, escreveu no Instagram.

O boletim médico divulgado pelo Sírio Libanês, também na tarde desta quinta-feira, informou que a paciente está internada para continuidade do tratamento na Unidade Semi-Intensiva, com quadro estável e com boa recuperação. A equipe médica que a acompanha a assessora de imprensa é coordenada pelo Dr. Dante Senra.

Giovana Oliveira estava internada desde sábado (21) no Hospital Biocor, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, após ser baleada em um hotel. O episódio terminou com a morte do fã da apresentadora Rodrigo Augusto de Pádua. Giovana foi transferida em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Móvel Aérea para o Sírio Libanês na quarta-feira. O marido de Ana, Alexandre Correa, esteve no hospital no primeiro dia da internação da cunhada em São Paulo.

Segundo a assessoria de Ana Hickmann, Giovana prestou depoimento nesta terça-feira (24) a uma equipe da Polícia Civil no hospital. Na manhã de quarta-feira, um irmão do fã que acabou morto e um segurança do hotel foram ouvidos no Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP), na capital mineira.

A assessora levou dois tiros que teriam sido disparados por Rodrigo. O fã, que é de Juiz de Fora, na Zona da Mata, estava hospedado no mesmo hotel que a apresentadora. Segundo o boletim de ocorrência, ele rendeu Gustavo Correa – que é irmão do marido de Ana Hickmann, Alexandre Correa –  e o obrigou a ir até o quarto de Ana, onde também estava a mulher dele, Giovana.

Antes de ser atingido, o fã disparou e acertou Giovana. Gustavo Correa teria atirado no fã Rodrigo Augusto de Pádua durante um desentendimento e luta corporal. Rodrigo de Pádua foi enterrado na manhã de segunda-feira (23) no Cemitério Municipal de Juiz de Fora. A Polícia Civil investiga o caso como legítima defesa.

Pelo perfil da mulher no Instagram, na segunda, Gustavo Correa agradeceu a preocupação de todos e disse que, neste momento, “não há o que fazer a não ser aguardar”.  “A situação da Gi é estável, ela conversa normalmente e não se queixa de dores. A situação exige cuidado pois foram vários ferimentos sérios . Não há o que fazer a não ser aguardar, mas ela vem progredindo. Agradeço a preocupação e orações de todos . No momento, está com a família, estou indo para lá. Amanhã mando notícias. Guto”.

Logo após o atentado, em uma rede social, Gustavo classificou o ocorrido como uma aberração. Já Alexandre, usando também a internet, chamou o irmão de herói. A apresentadora declarou, por meio de nota divulgada por sua assessoria no domingo (22), que está”profundamente abalada e triste” com o episódio que terminou com um fã morto em Belo Horizonte.

“Nunca pensei que isso poderia acontecer! Nunca pensei que o ser humano fosse capaz disso! Foi terrível! Estou profundamente abalada e triste! Só peço que todos rezem por minha cunhada para que ela se recupere logo”, afirmou.

Na quarta-feira, em sua conta no Instagram, Ana Hickman agradeceu o apoio de amigos e fãs após o atentado, além de orações e pensamentos positivos.

“Deus! Se hoje, eu, Giovana e Gustavo, estamos vivos, é porque Deus nos salvou. Minha família está unida! Obrigada! Agradecimento também é a força maior dos meus dias, por tantas ligações, mensagens por WhatsApp, emails, flores, mensagens por redes sociais e por todas as formas possíveis que encontraram de me dar apoio. Gratidão por todos vocês que estiveram e sempre estarão ao meu lado. Obrigada por todas as orações e pensamentos positivos. Obrigada por entenderem o que passei. Obrigada meu Deus!”, publicou a apresentadora.

Investigação policial
O delegado de Homicídios Flávio Grossi disse que a família de Rodrigo Augusto de Pádua sabia do fascínio do jovem pela modelo. Ana Hickmann e o cunhado prestaram depoimento na noite deste sábado, na Delegacia de Homicídios de Belo Horizonte. Segundo o delegado, Rodrigo foi morto com três tiros,  na nuca e um no braço. A arma, um revólver calibre 38, estava com a numeração raspada. O caso será investigado como legítima defesa.

Na quarta-feira, a polícia informou que os tiros que acertaram Giovana Oliveira, cunhada de Ana, estavam direcionados para a cabeça da apresentadora. Grossi contou que a apresentadora desmaiou depois que Giovana, já baleada, caiu de costas sobre seu braço. As duas foram socorridas pelo cabeleireiro que atenderia a modelo no sábado, Júlio Figueiredo.

Para o delegado, a razão do atentado é claramente a fixação de Rodrigo pela apresentadora. “Está mais que sedimentada a motivação do crime”, disse Grossi. O delegado disse que a fase de depoimentos está encerrada. O prazo para conclusão do inquérito é 30 dias.

Fonte: globo.com