31/05/16 - 16:59:51

Instituto Banese realiza o tradicional São João da Gente (Foto: Divulgação)

Os festejos juninos correspondem à época do ano de maior celebração em Sergipe e no museu que é um dos maiores símbolos da cultura sergipana a comemoração desse período já virou tradição. É que a cada ciclo junino o Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda se enfeita de cores e elementos típicos e realiza uma programação arretada para receber sergipanos e turistas de todas as idades com brincadeiras, dança e música características desse momento do ano tão rico de significados.

É para difundir, promover e valorizar a cultura sergipana marcada por manifestações artísticas e culturais tão expressivas e envolventes que o Instituto Banese e o Governo de Sergipe, através do Museu da Gente Sergipana, realizam mais uma edição do São João da Gente Sergipana. A programação, que acontecerá todas as sextas-feiras, de 03 a 17 de junho, contará com muito forró, brincadeiras, oficina, teatro, quadrilha junina, barco de fogo e espadas de Estância.

No dia 03, primeira sexta-feira do São João da Gente Sergipana, às 15h, o Samba de Coco São Benedito, do município Nossa Senhora do Socorro, comandará a Brincadeira no Museu, trazendo para o público o tradicional Samba de Coco, dança de origem africana, diretamente ligada à formação dos Quilombos, mas com forte influência indígena. Na Rua São Benedito, o costume de dançar o Samba de Coco surgiu no ano de 2001 para comemorar o primeiro dia de São João na tentativa de reavivar a cultura do Samba de Coco adormecida na cidade.

No mesmo dia, às 18h, o grupo de teatro Imbuaça apresentará ‘A Peleja de Leandro na Trilha do Cordel’. O espetáculo mistura ficção e realidade para narrar a trilha, nem sempre reta, da vida do inventor da literatura de cordel, o poeta paraibano Leandro Gomes de Barros. A encenação, suave e brincante, permite conhecer o cordelista e a sua realidade alocados numa história onde o protagonista vê-se envolto com personagens e paisagens da sua própria criação presentes em sua vasta obra. Tudo numa atmosfera de celebração, onde canto, conto e dança se entrelaçam para avivar a trajetória e o legado literário daquele que Drummond considerou “O Príncipe dos Poetas”.

A programação continuará no dia 10 de maio, com a Oficina Sons Juninos, realizada com o apoio do Centro de Aprendizagem Musical (CAM). A atividade, ministrada pelo instrutor Wesley Barbosa, será uma vivência com os instrumentos relacionados à música regional junina. Podem participar adultos e crianças a partir de 03 anos de idade. Em seguida, às 17h, a quadrilha junina Xodó da Vila Mirim dançará ciranda, xote, xaxado e baião através de coreografias criativas marcadas por passos em pares e anunciados por um linguajar matuto. Já no último dia do São João da Gente Sergipana, 17 de maio, a programação acontecerá das 15 às 20h, com Pisada Burundanga, com o Grupo Burundanga Percussivo; forró 30 anos de Sergival – Festança; Barco de Fogo e Espadas de Estância; além de Feirinha da Gente, com artigos relacionados ao ciclo junino trazidos por artesãos de municípios sergipanos e pela juventude do projeto ‘Japaratuba em Rede: Juventude, Cultura e Cadeias Produtivas’.

Ações educativas também farão parte da programação. A partir do dia 07 de junho, todas as terças e quintas, às 10h, haverá Oficina de Adereços Juninos; e às quartas-feiras, às 14h, a brincadeira será com Pescaria no Balaio Cultural, sob a organização da equipe de educadores do Museu da Gente Sergipana que também receberá os visitantes com dicas de simpatias e receitas juninas.

A programação é aberta ao público em geral e totalmente gratuita, basta levar a animação e disposição para brincar e dançar. Nos dias 03, 10 e 17, o museu ficará aberto das 10h às 17h. O Museu da Gente Sergipana está localizado na Avenida Ivo do Prado, 398, Centro, em Aracaju. Para mais informações, entrar em contato através do telefone (79) 3218-1551.

Confira a programação completa:

Dia 03 de junho (Sexta-feira)

15h

Brincadeira no Museu, com Samba de Coco São Benedito

18h

Espetáculo “A Peleja de Leandro na Trilha do Cordel”, com o grupo Imbuaça

Dia 10 de junho (Sexta-feira)

15h – 17h

Oficina Sons Juninos

Vivência com os instrumentos relacionados à música regional junina, com Wesley Barbosa, do Centro de Aprendizagem Musical (CAM).

Para crianças a partir de 03 anos e toda a família

17h

Apresentação da Quadrilha Junina Xodó da Vila Mirim

Dia 17 (Sexta-feira)

15h às 20h

– Feirinha da Gente, com produtos relacionados ao ciclo junino

– Na Pisada do Burundanga, com o grupo Burundanga Percussivo

– Barco de fogo e espadas de Estância

– Forró: Sergival 30 anos – Festança

E mais:

A partir de 07/06:

– Oficina de adereços juninos, terças e quintas-feiras, às 10h;

– Pescaria no Balaio Cultural, quartas-feiras, às 14h

* Nos dias 03, 10 e 17, o museu estará aberto das 10h às 17h

Fonte: Instituto Banese/Museu da Gente Sergipana