03/06/16 - 15:19:54

Projeto de extensão leva serviços da Fundat a jovens e adultos (Foto: Ascom/Fundat)

O elo entre poder público e instituições privadas permite a somatória de esforços em benefício da população. À convite da Universidade Tiradentes (Unit), a Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat) participou de um projeto de intervenção dos alunos do 7º período do curso de Serviço Social, destinado aos moradores do bairro Coroa do Meio. A ação aconteceu nesta sexta-feira, 3, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Juscelino Kubitschek.

Ao longo do dia, os visitantes aproveitaram a presença da Fundat naquela região para cadastrar o currículo na Agência do Trabalhador. “Valeu a pena. A gente nem precisou pagar passagem, é muito mais fácil”, comenta o pedreiro Jiudázio Batista, que se encontra desempregado há um ano e deposita confiança no serviço de intermediação de mão de obra. “É uma parceria entre o órgão e as empresas que a gente vê que funciona”, explica Jiudázio.

De acordo com a supervisora de prática do curso de Serviço Social, Tatiana Barreto, o objetivo central da atividade de extensão é levar para a comunidade a garantia de direitos sociais. “Para eles, muitas vezes, é algo de difícil acesso, seja pela falta de orientações ou de condições financeiras. Esse projeto vem trazer informações que são importantes para eles”, relata Tatiana, ciente das contribuições que o trabalho em conjunto proporciona à sociedade. “Para a gente, é bastante gratificante. A gente sente nesses cidadãos a alegria”, afirma a supervisora.

Aprendizado profissional

Durante a manhã, a equipe da Fundat ainda proporcionou dois momentos direcionados especialmente aos alunos da Emef Juscelino Kubitschek. Para fornecer as primeiras noções aos futuros trabalhadores, a psicóloga Renata Leite orientou os estudantes sobre o modo de elaboração do currículo e a adequação às condutas profissionais. Além dela, a advogada Bárbara Toledo ministrou uma palestra sobre direitos trabalhistas com foco no Programa Jovem Aprendiz, disponível aos jovens de todo o Brasil com idade entre 14 e 24 anos.

“Para a comunidade, trouxemos o cadastro de currículo, e os próprios alunos solicitaram as palestras”, diz a coordenadora pedagógica Karla Angélica Góis, enfatizando o estreitamento dos laços entre a Emef Juscelino Kubitschek e a Fundat – que também mantém, em frente à escola, a Unidade de Qualificação Profissional José Joaquim dos Santos. “Esse tipo de ação clareia as ideias e mostra os caminhos. É dar aos jovens ferramentas de perspectiva de futuro”.

Ascom Fundat