08/06/16 - 06:43:33

GOVERNADOR DISCUTE SEGURANÇA NO BAIRRO SANTOS DUMONT

Base da Polícia Militar já está em funcionamento e será entregue oficialmente neste sábado, dia 11. Bairro também vai sediar Delegacia Plantonista Norte

Na noite desta segunda-feira, dia 06, o governador Jackson Barreto discutiu ações de segurança para o bairro Santos Dumont com moradores da região e lideranças comunitárias. O encontro ocorreu na paróquia São Francisco de Assis. Ficou definido que a 3° Delegacia Metropolitana passará a atuar como Delegacia Plantonista Norte e que será implantado um Posto de Atendimento ao Cidadão (PAC Móvel). A Delegacia, localizada na avenida Juscelino Kubitschek, inicia as atividades como plantonista na sexta-feira, dia 10. Já o PAC Móvel está em funcionamento e será entregue oficialmente no sábado, dia 11.

Acompanhado do Segurança Pública, João Batista, e do comandante da Polícia Militar, Marcony Cabral, Jackson falou que a transformação da 3° DM em Plantonista integra a política de segurança do Estado. O objetivo é dividir a Grande Aracaju em duas áreas de atendimento, já que a 4° Delegacia, localizada no Augusto Franco, passará a atuar como Plantonista Sul.

“Nós já incorporamos mil novos policiais militares e mais 120 da Polícia Civil para melhorar a segurança de nosso estado, mas queria fazer algo em especial pelos Santos Dumont. Além da mudança na 3° DM, que já começa a funcionar como plantonista nesta sexta-feira, implantaremos um PAC Móvel para oferecer mais segurança à comunidade. Estou aqui para ouvir  vocês, moradores e lideranças comunitárias, porque isso agrega informações ao trabalho da segurança. O PAC Móvel garantirá mais segurança à região”, afirmou o governador.

Jackson explicou que o PAC Móvel terá um ponto fixo, o qual será na praça Ulisses Guimarães, onde fica a Paróquia São Francisco de Assis, mas que fará ações nas comunidades, atendendo a população por meio de um telefone. O militar responsável pelo PAC será major Geovanio Feitosa Lima.

“A referência do PAC será aqui na praça Ulisses Guimarães, mas a unidade vai até onde a população convocar. O objetivo é reduzir os índices de violência e garantir que o cidadão de bem possa trafegar tranquilamente pela região onde mora”, disse o Chefe do Executivo, que fará a entrega oficial do PAC Móvel no  próximo sábado, dia 11, depois da missa noturna. O PAC do Santos Dumont deve atender 20 comunidades, entre loteamentos, conjuntos e bairros.

O coordenador das Delegacias de Polícia da Capital (Copcal), delegado André Baronto, informou que todos os serviços atualmente ofertados na Delegacia Plantonista da Rua Laranjeiras, Centro, serão transferidos para a Deplan Norte. Os serviços já começam a funcionar a partir das 18h desta sexta-feira. A Deplan Norte vai funcionar todas as noites nos dias úteis e 24 horas nos finais de semana e feriados. Dessa forma, as plantonistas da capital ficarão estrategicamente instaladas nos pontos onde as demandas são maiores: nas Zonas Norte e Sul.

Sobre o PAC Móvel, o coronel Marcony Cabral, informou que o PAC já está no bairro, mas será oficialmente entregue à comunidade no próximo sábado. “Nós vamos resolver o problema de segurança da comunidade do Santos Dumont com a ajuda da própria comunidade. O PAC móvel já está aqui para atender as demandas dos moradores e faremos uma entrega simbólica junto com o governador”, falou o comandante.

O secretário de Segurança Pública, João Batista, disse que as medidas são importantes e citou a importância da integração polícia e moradores. “Muitos problemas da segurança pública passam por esse distanciamento da comunidade com a polícia. Queremos que estejamos de mãos dadas, queremos harmonia entre o poder público e a população. Esse é o primeiro passo. É a comunidade quem precisa denunciar, usar o 181, disque denúncia, que é a maior ferramenta que a polícia tem e não precisa se identificar para relatar a informação” declarou.

Moradores

Os moradores que acompanharam a reunião aprovaram as ações. O comerciante Enésio Souza, por exemplo, falou da necessidade da chegada desse reforço policial.

“Tudo que vier para ajudar a comunidade é bem-vindo. O comércio ansiava por esse aumento de efetivo aqui para a região. Quero agradecer ao governador a preocupação e dizer que essa iniciativa é boa demais para o nosso bairro”, disse o comerciante.

A agente comunitária de saúde, Ana Paula, é líder comunitária do bairro Cidade Nova, área que também será atendida pela base móvel da Polícia Militar. Segundo ela, o medo que vinha sendo cultivado de sair à noite, agora ficou de lado.

“A Associação de Moradores do bairro Cidade Nova veio pedir o apoio do governador para a nossa área e ficamos felizes em saber que também seremos beneficiados com essa segurança reforçada”, comemorou.

Flor de Jesus é assistente social e também contribuiu com sugestões durante a reunião. “Além da segurança pública, é importante nos preocuparmos também com o crescimento das nossas crianças, a forma de ocupar esses meninos e meninas com esportes e atividades físicas. Para isso, queremos poder contar com atividades aqui para nossa região”, pediu o assistente social.

O presidente do Conselho de Segurança do bairro Santos Dumont,  Antônio Santana, disse que os projetos que são desenvolvidos pelo conselho vem surtindo efeito e que a parceria com as Polícias Militar e Civil nos trabalhos vai ajudar a inibir os índices de violência.

“Temos projetos que se tornaram modelos para outros conselhos país afora. Queremos que essa parceria continue trazendo bons frutos para a nossa comunidade”, disse.

O pároco da igreja, padre Solano, agradeceu a presença dos gestores estaduais na comunidade. “Queremos agradecer a presteza do governador em vir aqui conversar com os líderes comunitários dessa região, saber dos anseios e buscar soluções”, disse.

Bases móveis

O Governo do Estado já implantou 32 bases móveis de policiamento ostensivo da Polícia Militar (PM) em Sergipe. Os veículos do tipo furgão são adaptados para atendimento, reforçam a segurança da capital e do interior do estado e são colocadas em diversos pontos, podendo até ser deslocadas durante o mesmo dia para atender as necessidades da população. O objetivo das bases é garantir maior mobilidade para o policiamento preventivo. Elas são totalmente caracterizadas para facilitar a visualização, e possuem sistema de rádio próprio, com comunicação direta com Ciosp e demais unidades da polícia, abrangendo mais de um bairro. Os policiais militares trabalham em turno de 12 horas, em dias e horas alternados.

O investimento total foi de R$ 4.784.000, sendo que cada base custou R$ 149.500. O Governo de Sergipe entrou com a contrapartida de R$ 262.932,80, e adquiriu os veículos em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ).

Ascom ASN