09/06/16 - 16:05:17

Lideranças do PSB se unem em favor da Casa de Saúde Pedro Valadares (Foto ascom)

A situação em que se encontra a Casa de Saúde Pedro Valadares, em Simão Dias, sem condições de ampliar suas capacidades de melhor atender às necessidades do povo dali e de mais alguns municípios do extremo-sul de Sergipe e de regiões da Bahia, fez com que uma alta representação de políticos do PSB sergipano fosse bater à porta do ministro da Saúde, Ricardo Barros, em Brasília, pedindo soluções e melhorias.

Na terça-feira, o senador Antônio Carlos Valadares, o vice-governador Belivaldo Chagas, o deputado federal Valadares Filho e o deputado estadual Luciano Pimentel visitaram em comitiva o ministro. Eles levaram informes completos sobre a situação do Hospital e saíram de lá satisfeitos com as primeiras medidas adotadas pelo ministro: uma checagem local em breve da parte do Ministério.

Segundo Luciano Pimentel, hoje a Casa de Saúde Pedro Valadares é uma instituição que tem uma infraestrutura bastante elevada no que diz respeito construção civil, à sua estrutura de sede em si, e a equipamentos. Mas é carente de mais aportes financeiros para contratação de pessoal e aquisição de remédios que façam frente às suas demandas, consideradas altas.

Na sessão da Alese desta quinta-feira, o deputado Luciano Pimentel prestou contas da visita ao ministro. “O nosso pleito foi levado ao ministro, que de imediato designou um técnico do Ministério para vir a Simão Dias para fazer um levantamento do que aquela Casa de Saúde tem de necessidade para melhor atender às comunidades regionais, para a transformá-la em um Hospital de Pequeno Porte ou, caso não seja possível, transformá-lo numa UPA 2, fazendo com que seja mais do que triplicado o volume de recursos hoje recebidos”, disse Luciano.

O parlamentar considerou “muito pequeno” o aporte financeiro àquela unidade de saúde. É da ordem de R$ 100 mil. “A Casa de Saúde Pedro Valadares é um equipamento de saúde fantástico, imprescindível, mas que não atende às comunidades convenientemente por falta absoluta de recursos para contratação de profissionais e aquisição de medicamentos para que possa melhor fazê-lo”, disse ele. Além das populações de Simão Dias, Pinhão, Poço Verde, a Casa de Saúde Pedro Valadares ainda atende comunidades baianas como Heliópolis, Paripiranga, Fátima e a todo aquele entorno.

Depois da visita, o senador Antônio Carlos Valadares também fez, nas mídias sociais, um relato dela. “Com fotos em mãos, ilustrei a minha exposição mostrando que a entidade dispõe aparelho de ultrassonografia de primeira geração, salas de parto, cirurgia, radiografia, laboratório para exames e atendimento clínico e de urgência. E, ainda lhe disse que esse patrimônio está quase que todo ele inoperante pela falta permanente de recursos financeiros. Sugeri duas alternativas para a solução da crise da unidade de saúde: 1) aumentar o aporte de recursos destinados à entidade, transformando o seu perfil de unidade de saúde de UPA1 para HPP (Hospital de Pequeno Porte); ou 2) aumentar a disponibilidade de recursos, com o consequente aumento de serviço, pela transformação da modalidade UPA1, como é classificada a unidade de saúde, para UPA2”, disse o parlamentar.

Por Jozailto Lima