11/06/16 - 08:40:20

Jackson Barreto entrega casas no povoado Pirunga, em Capela (Foto Victor Ribeiro)

28 famílias foram contempladas com residências no conjunto habitacional Iolando de Araújo Leite

O governador Jackson Barreto foi até o povoado Pirunga, em Capela, nesta sexta-feira, 10, para inaugurar o conjunto habitacional Iolando de Araújo Leite. Ao todo, 28 famílias que saíram de moradias de taipa foram contempladas com casas populares, abastecimento de água, sistema de tratamento individual de esgoto, e serviço de drenagem oferecidos pelo Governo de Sergipe. O investimento, que totalizou R$ 1.137.793,37, sendo R$ 572.072,74 de contrapartida do Estado, oportunizará que os moradores tenham mais qualidade de vida, acesso a saneamento básico e facilidade de deslocamento, visto que também foram desempenhadas obras de construção de calçadas e pavimentação de ruas.

O governador, ao chegar ao conjunto para realizar a entrega, disse que se sentiu muito feliz, por ver que a realidade de muitos moradores capelenses iria ser transformada. “Confesso que estou emocionado com a beleza dessas casas, pois elas têm uma história muito interessante. Passava pela BR-101 e via aquelas casas da Pirunga caindo. Depois, vim pessoalmente fotografar para mostrar ao governador Marcelo Déda. O prefeito, na época, ainda era Manoel Sukita, e assumi o projeto de construção das residências e consegui os recursos. Apesar de ter mudado a gestão do governo e da prefeitura de Capela, o sonho continuou. Estou sensibilizado porque o atual prefeito deu continuidade ao projeto, o Governo do Estado contribuiu por meio da Secretaria de Infraestrutura e o resultado está aqui”.

Jackson Barreto ainda comentou que na época em que era vice-governador ainda visitou e fotografou casas em Neópolis e na chamada Ilha do Rato, na Barra dos Coqueiros, onde visualizou as condições insalubres onde viviam dezenas de famílias, e que as imagens e informações também foram levadas para o então governador Marcelo Déda. “Vi barracos de papelão e madeira, um verdadeiro descaso com a dignidade. Esse tipo de coisa me constrange, pois acho que governo que é governo tem obrigação de olhar para os mais pobres. A população carente precisa do poder público e hoje fiquei muito feliz, pois vi a emoção do senhor Rosalvo Pereira ao receber a chave de sua casa. Acredito que essa entrega é tudo que a gente quer para o povo, e ainda acho pouco para Capela, pois é um município que merece mais”, complementou.

O morador do novo conjunto habitacional Iolando de Araújo Leite, Rosalvo Pereira, [que homenageia o pai do prefeito de Capela, Ezequiel Ferreira Leite Neto] foi às lágrimas ao ver seu sonho finalmente realizado. Ele vivia em uma residência de taipa à beira da BR 101 e contou que passava por situação de perigo. “Para mim, receber essa casa é algo muito bom. Tiraram-me da beira da pista, de uma casa que já está caindo. Sou pai de dois filhos e agora terei melhores condições para oferecer para eles. Estava sonhando com essa casa e pedindo a Deus pra nos ajudar a conseguir. É bom ter um lugar para viver tranquilo, em paz, sossegado”, declarou.

Maria Nazaré Santos também foi contemplada com uma das 28 residências e disse que, por não ter casa própria, já viveu na casa da sogra e nos últimos tempos gastava com aluguel em uma moradia com dois quartos e um banheiro. “Agora com essa casa é só felicidade. Vou deixar de pagar aluguel. Aqui tem água, esgoto e infraestrutura, é diferente do que tinha antes. Estava ansiosa e já imaginei como vou decorar a casa. Vai ser aos poucos, mas quero comprar uns móveis novos”.

As casas de Capela foram construídas no âmbito do Âmbito do Programa Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), e contêm sala, dois quartos, varanda, cozinha, banheiro e área de serviço, perfazendo uma área total construída de 41,68m². E para que o conjunto Iolando de Araújo Leite se tornasse realidade, fizeram-se necessárias algumas intervenções estruturantes prévias, a exemplo da implantação de Sistema de Tratamento Individual de Esgoto (fossa séptica + vala de infiltração) e drenagem pluvial.

“O Governo do Estado foi responsável pela execução das 28 casas. A pavimentação estava pronta desde 2009 e foi iniciada pela Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop). A prefeitura entrou com a relação de beneficiários e a recuperação da pavimentação”, explicou o superintendente executivo da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Ubirajara Barreto.

Preocupado com as condições de saúde e a qualificação profissional dos moradores, o Governo do Estado também, através de uma equipe de técnicos sociais, desenvolveu projeto de trabalho social. As 28 famílias recebem acompanhamento de assistentes sociais da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), que viabilizam a realização de palestras sobre educação ambiental e cursos de corte e escova, pedicure e manicure, e materiais recicláveis. Até o mês de julho os moradores do novo conjunto terão acesso às especializações.

O prefeito Ezequiel Ferreira Leite Neto, participou da solenidade e promoveu a entrega de cestas básicas às 28 famílias. “Hoje é um dia de muita alegria, pois o conjunto se materializou. Estamos entregando a 28 famílias carentes residências novas, prontas para morar, e ficamos muito felizes em ver a emoção dos moradores em sair do aluguel e de moradias indignas. Temos aqui a presença do nosso amigo governador. Sabemos das dificuldades pelas quais passou, e considero Jackson Barreto um herói”.

O ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita, também marcou presença e comentou o compromisso que o governador em promover a construção das casas. “O projeto foi construído em nossa parceria, cumprimos o protocolo para aquisição do terreno e Jackson, com sua sensibilidade, não nos faltou. Diante da burocracia natural do contrato com a Caixa, as casas só puderam ser entregues atualmente e o governador não perdeu seu compromisso. E é isso que é bonito nele, pois Jackson tem preocupação com o social 24 horas, independente de quem esteja à frente do município. O compromisso dele é com o povo”, pontuou.

Durante a solenidade, Jackson Barreto comentou o reencontro com uma professora de Capela que fez parte de sua história ainda quando estudante. Ele contou que conheceu Marilene Oliveira quando passou na prova de admissão do Colégio Atheneu. Na época, sua mãe Neuzice Barreto trabalhava na escola Augusto Ferraz e confidenciou para sua colega Marilene que não tinha condições de comprar os livros para os dois filhos que haviam sido aprovados para o Atheneu. “E essa capelense me deu de presente meus primeiros livros. Recém-formada, saída de Capela, foi trabalhar em Aracaju, mandou que eu fosse na casa dela para pegar os livros, e, além deles, ainda ganhei um atlas, dado com a maior alegria”, relembrou. A professora, emocionada, disse que, desde 1957, acompanha os passos de Jackson Barreto e que ele é como um filho.

Em outro momento da solenidade, o governador recebeu do presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Ronaldo Oliveira, uma placa em reconhecimento ao seu trabalho e, segundo as palavras do dirigente, por dar atenção à população capelense, independente de posicionamento político. “Agradeço a placa que recebi e vou guardar no fundo do meu coração”, respondeu Jackson Barreto em agradecimento.

O evento de entrega das casas foi marcado ainda pela presença de estudantes do Colégio Estadual Irmã Maria Clemência, que solicitaram mais atenção com relação ao transporte escolar. Em atenção aos alunos, o governador Jackson Barreto explicou a situação, e afirmou que o repasse para a prestação do serviço foi realizado ainda nesta sexta-feira. “Vocês têm toda razão de cobrar. Por alguns problemas que tivemos, não repassamos a verba antes, mas terminamos de pagar hoje pela manhã. Os estudantes não merecem que o governo esqueça o transporte escolar”, complementou.

Por fim, Jackson Barreto comprometeu-se em participar da entrega da reforma da Escola Coelho e Campos e do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), em Capela.

Ascom ASN