13/06/16 - 15:42:29

PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL CAEM EM ABRIL EM SERGIPE

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostrou que a produção de petróleo no estado, em abril de 2016, ficou em 961 mil barris equivalentes de petróleo (BEP), ficando 4,3% abaixo da produção do mês anterior, março último. Já no comparativo anual (abril/2015), houve recuo de 15,1% na produção.

A redução da produção de petróleo no estado é resultante, em parte, da greve de trabalhadores de uma empresa que presta serviços à Petrobras, no município de Carmópolis. Segundo o Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos, Químicos e Plásticos nos Estados de Alagoas e Sergipe (Sindipetro) a greve afeta a produção devido à falta de manutenção elétrica e mecânica dos poços de exploração.

No primeiro quadrimestre de 2016 a produção ficou em 3,9 milhões de bep, um recuo de 14,1% em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando o mesmo havia atingido um montante de 4,5 milhões de bep.

Foram produzidos pouco mais de 235 mil bep em mar, um recuo de 3,1% em comparação com o mês imediatamente anterior, março de 2016, já na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve recuo de 20,7%. A produção em mar respondeu por 24,5% da produção total. Já a produção em terra, que responde pelos 75,5% restantes, passou dos 726,1 mil bep, ficando 4,6% abaixo da produção do mês anterior (março/2016) e 13,1% menor que a do mês de abril de 2015.

Produção de Gás

A produção de gás natural ultrapassou, no primeiro quadrimestre do ano, o montante de 2 milhões de bep, recuando 8,9% em comparação com o mesmo período do ano passado. No mês de abril de 2016 a produção ficou em 499,5 mil bep, mostrando uma retração de 1,4%, na comparação com o mês imediatamente anterior, março último. No comparativo anual também houve queda na produção de gás natural, porém de 9,7%, em relação ao mesmo período de 2015.

A produção em Mar segue como a principal forma de exploração do gás natural em Sergipe, com uma produção de 463 mil bep, responsável por 92,7% do total produzido no estado. Enquanto a produção terrestre ficou em 36,3 mil bep, o que representou apenas 7,3% da produção.

Unicom/FIES