14/06/16 - 16:06:02

Governador discute melhorias para a escola Francisco Rosa (Foto Marcelle Cristinne)

Jackson Barreto ouviu as demandas dos estudantes e cobrou providências dos gestores de Educação

No final da manhã desta terça-feira, 14, o governador Jackson Barreto esteve no Colégio Estadual Secretário Francisco Rosa, localizado no Bugio, zona norte de Aracaju. A visita atendeu ao anseio dos estudantes, apresentado ao gestor estadual pelo vice-presidente da União Sergipana dos Estudantes Secundários (Uses), David Alves, na semana passada, quando o governador inaugurava a reforma de outra unidade da região.

Jackson Barreto visitou as dependências da unidade, conheceu os problemas da escola, ouviu as partes envolvidas e cobrou providências dos responsáveis. O governador estava acompanhado dos alunos, do secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, da diretora da escola, Shirlei Cruz, de membros do Grêmio estudantil e da comunidade local,

O Colégio Francisco Rosa é a maior escola do conjunto Bugio, com cerca de 1.300 alunos matriculados no ensino médio, funcionando nos três turnos. É destaque por desenvolver projetos de área de robótica, sendo a única escola rede pública estadual que participa da mostra nacional de robótica. Mas, por sua estrutura antiga, executada nos anos 70, apresenta diversos problemas de manutenção e estrutura.

Ao conversar com os estudantes, o governador explicou que os serviços de manutenção do prédio são custeados por recursos Programa de transferência de Recursos financeiros (Profin) e do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), fundos que disponibilizam cerca de R$ 100 mil por ano para a escola.

“A gestão anterior da escola não prestou contas e, por conta disso, deixou de receber o benefício. É preciso que os estudantes saibam que existe uma verba para a manutenção da escola, para que também acompanhem e cobrem. Os estudantes que cobram o governador estão certíssimos, mas é preciso saber a responsabilidade de cada um, do diretor, do coordenador e irei cobrar ação”, disse.

Providências

O vice-presidente da Uses, David Alves, ficou satisfeito com a intervenção do governador. “Na inauguração do Colégio João Bosco, a gente solicitou a presença dele aqui no colégio para verificar a situação da escola, que se encontra precisando de uma reforma, de muitas coisas. A gente achou que ele nos deu uma atenção enorme, agradecemos e parabenizamos ao governador e também ao secretário Jorge Carvalho que deu total atenção. A expectativa é que a reforma saia e que a escola, de fato, funcione melhor”.

De acordo com o secretário de Educação, Jorge Carvalho, a unidade escolar demanda muitas providências e algumas já foram realizadas, como a recuperação das instalações elétricas, com troca de luminárias e cabos. Na obra se investiu R$ 7.389,59.   Ele também garantiu a disponibilização de três estagiários para manter a biblioteca aberta nos três períodos de aula, como foi solicitado pelos estudantes durante a visita.

“Os alunos convidaram o governador para conhecer os problemas da escola, que precisa de uma série de providências, algumas de manutenção, outras de investimentos, porque é uma escola que tem uma estrutura antiga, executada nos anos 70, toda em estrutura metálica que ficou desatualizada e há necessidade efetivamente de um investimento mais elevado para que a escola possa ter as condições de funcionar”, explicou o secretário.

Também acompanharam a visita, o engenheiro da Seed, Carlos Melo, o secretário de Estado da Comunicação, Sales Neto e membros do DEA.

Fonte ASN