14/06/16 - 19:00:30

Simão Dias, Salgado e Moita Bonita recebem Brigada Itinerante até sexta (Fonte SES)

Ação tem como objetivo detectar possíveis focos e intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus

A Brigada Itinerante, gerenciada pela Fundação Estadual de Saúde (Funesa), visita os municípios de Simão Dias, Salgado e Moita Bonita até a próxima sexta-feira, 17. A ação tem como objetivo detectar possíveis focos e intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus.

No município de Simão Dias, Centro-Sul sergipano, a Brigada esteve nesta segunda, 13, e conclui a ação nesta terça, 14. “São dois dias de combate para que possamos fazer um trabalho mais intensificado, já que os brigadistas também percorrem os povoados, não somente a sede do município”, explicou o diretor-geral da Funesa, Adriel Alcântara.

Na quarta e quinta-feira, 15 e 16, é a vez de Salgado, e a agenda da semana é encerrada em Moita Bonita, Agreste sergipano. Lá os agentes de endemias se deslocam na sexta-feira, 17.

“Sempre pedimos aos moradores que recebam bem nossos brigadistas, abrindo as portas de suas casas e conversando sobre os possíveis criadouros de focos na residência. Os agentes estão sendo peça fundamental para o combate ao vetor da Dengue, Chikungunya e Zika”, pontuou Adriel.

A orientação da Saúde é que os moradores realizem varreduras com frequência em casa para buscar focos do mosquito. A ideia é acabar com os recipientes com água parada, tampando os tonéis e caixa d’água, mantendo calhas limpas, deixando garrafas viradas com a boca para baixo, lixeiras bem tampadas, limpando ralos semanalmente, preenchendo pratos de vasos de plantas com areia e limpando com escova ou bucha os potes de água para animais.

Para ajudar os moradores das demais regiões sergipanas, a Brigada Itinerante percorre, até o fechamento da agenda do mês de junho, os municípios de Rosário do Catete, Pedrinhas, Capela e Aquidabã.

Fonte SES