15/06/16 - 16:54:48

Emsurb realiza sorteio de comerciantes para o Forró Caju 2016 (Foto Emsurb)

Na manhã desta quarta-feira, 14, dezenas de ambulantes participaram do sorteio referente ao comércio interno do Forró Caju 2016.  A ação aconteceu na Diretoria de Espaços Públicos e Abastecimento (Direpa) dentro da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Parque da Sementeira, e mobilizou interessados em trabalhar com alimentos (acarajé, amendoim, bala, caldo de cana, pastel, milho verde, pipoca) além de cigarros e adereços. Além do sorteio, a Emsurb enviou a seleção e 70 comerciantes para a empresa Teo Santana Produções e Eventos (parceira da festa) para trabalharem com isopor de bebidas também dentro da estrutura da festa.

Segundo explicou o diretor da Direpa, Sidclay Souza Santos, a atual edição do Forró Caju não sofreu nenhuma alteração quanto ao valor da taxa para comercializar na festa (mantendo os valores entre R$ 66 e R$ 127 dependendo do tipo de produto). “Em tempos de crise, a preocupação do prefeito João Alves Filho e de todos nós da Emsurb é que os ambulantes não tenham despesas extras, assim estamos mantendo o valor das taxas de comércio igual ao ano passado, facilitando o acesso desses comerciantes à festa”, disse.

Ao todo, 181 pessoas se inscreveram, sendo que elas disputaram 80 vagas através do sorteio. Para conferir a retidão e execução, o comerciante Ailton da Palma dos Santos fez parte da mesa diretora do sorteio, representando os ambulantes. De acordo com o comerciante Cosme dos Santos, o Forró Caju serve de base financeira para a família. “Já negocio dentro da festa há três anos e sempre gosto do resultado final, pois vendo muitos quilos de amendoim. Espero que esta edição repita o sucesso das outras edições e que todos os comerciantes possam ter lucro em suas vendas”, enfatizou.

Segundo a vendedora de balas, Luzanira dos Santos, agora será o período paras repor o estoque e ganhar pique para aguentar 12 dias de festa. “Desde quando me conheço por gente que negocio com doces em festas da Cidade. Como sempre, fui ambulante, tenho muita mercadoria em casa para trabalhar em grandes festas. Quero acreditar que será um ano cheio de boas vendas. Vou trabalhar para isso”, frisou.

Vencendo a crise

Um detalhe apontado pelos diretores da Emsurb é que, nesta edição do Forró Caju, dezenas de pessoas se inscreveram pela primeira vez para participarem como ambulantes dentro festa. Para José Nunes da Mota, a expectativa é de muito trabalho e lucro. “Já comercializo com balas e doces há muito tempo, mas nunca participei do Forró Caju, porém, já estou preparado para a festa, com o estoque em dia. Só esperando os forrós começarem”, comemora.

Já Danilo das Virgens Santos, que pretende negociar com adereços (copos personalizados com nomes das atrações artísticas), a festa servirá de base para levantar uma renda. “Minha família já trabalha com copos personalizados em grandes festas de Sergipe e também de fora do Estado. Assim, estaremos montando uma produção de mil produtos para comercializarmos durante os dias do Forró Caju. Será minha primeira vez trabalhando na festa e espero superar a estimativa de lucro que tracei em meus planos”, disse.

Fonte Emsurb