15/06/16 - 00:01:58

CABEÇAS PODEM ROLAR

DIÓGENES BRAYNER – plenario@faxaju.com.br

Terça-feira agitada em Brasília. A cada 24 horas a crise política se aprofunda e revela o lado marginal dos (in) fieis representantes do povo. O momento, infelizmente, é de suspeita sobre quem tem mandato e estar no caldeirão efervescente do Congresso, que esquenta a estrutura do Planalto e deixa em cólicas personalidades que prosperaram à base do dinheiro público.

A aprovação pelo Conselho de Ética da cassação do mandato do experto Eduardo Cunha (PMDB) levou pânico a aliados e correligionários. Primeiro, Cunha sabe demais. Segundo, ele não tem qualquer prurido e é capaz de abrir o jogo em delação premiada. Sua prisão pode sair a qualquer momento e a sensação é de diarréia geral.

O grupo de Cunha na Comissão de Ética perdeu força. Não por infidelidade, mas pela pressão popular. A sociedade influenciou para a decisão e os deputados tiveram que escolher entre o bandido e o povo. É muito provável que esse mesmo pensamento seja exposto pelo plenário na votação da cassação. Cunha terá que pagar por tudo que levou de um país que vem sendo vilipendiado há muitos anos. Ele é apenas um agulha, entre milhões, que se capturou espalhada em um palheiro.

A mulher de Cunha, jornalista Claudia Cruz, também investigada pela Operação Lava Jato, já teria pedido ao marido que entrasse em entendimento para delação premiada. E até teria ameaçado: “se você [Cunha] não fizer. Eu faço”.

Na outra ponta, o ex-presidente Lula (PT) também está sob investigação do juiz Sérgio Moro. E o medo de ser preso o deixa em pânico. Aliados, correligionários e advogados de Lula discutem essa possibilidade. Seu advogado não vê risco para isso, mas os amigos e familiares sim. Um vexame para o País e um alívio para a sociedade, que assiste a lei começar a valer para aqueles que agiam sob proteção da imunidade e passa a admitir que a justiça é para todos.

INDICAÇÃO

O governador Jackson Barreto (PMDB) vem adiando o anúncio do candidato da Base Aliada a prefeito de Aracaju. O faz para preservar a unidade.

Mas, até 05 de julho terá que anunciá-lo.

NÃO SAEM

A base aliada tem hoje dois candidatos, Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Zezinho Sobral (PMDB). Os dois dividem opinião na cúpula dos seus partidos e do PT.

Pelo visto, até a decisão de JB, nenhum dos dois toma posição.

SOLUÇÃO

Como os dois revelam pesquisas que os animam, provavelmente o melhor seria que os dois saíssem candidatos com um apoiando outro em caso de segundo turno.

Só assim a base aliada permaneceria unida.

TRINCAR

Por maior fidelidade que tenham ao governador Jackson Barreto, aquele que não for o indicado provavelmente trinca o bom relacionamento na Base.

Assim: PMDB lança Zezinho. PCdoB e PT fazem aliança com Edvaldo.

IRREVERSÍVEL

O presidente do PMDB, João Augusto Gama avisou que a précandidatura de Zezinho Sobral é irreversível e que ‘companheiros’ estariam prestando um ‘desserviço’.

Gama não tem dúvidas de que o PT irá apoiar Zezinho.

POR QUÊ?

Pergunta feita por um político do PMDB: “se o governador Jackson Barreto já decidiu que o précandidato é Zezinho Sobral, por que não anuncia?”

– Lógico que ainda faz avaliação que deve favorecer a Edvaldo Nogueira, responde.

JOÃO ALVES

O prefeito João Alves Filho (DEM) não divulga, mas já não deixa dúvida que será candidato à reeleição e tem mantido conversas.

No próximo final de semana terá novo encontro com o PSC.

LIMITE

João Alves Filho inaugura a obra da 13 de Julho no sábado (02/07), data limite para a inauguração de obras do prefeito que disputa a reeleição.

Exatamente a três meses do pleito.

PERIFERIA

Outras obras também serão inauguradas por João Alves Filho na periferia, como escolas, creches e praças, para compensar o trabalho feito na 13 de Julho.

A senadora Maria do Carmo tem cobrado obras nos bairros.

DEFINIDA

Uma coisa está bem definida dentro do PSC: não há como fechar aliança com João, caso Robson Viana (PEN) integre a chapa como vice.

André Moura teria dito isso ao senador Eduardo Amorim.

REUNIÃO

O PPS fará reunião neste final de semana para tratar sobre a formação da chapa para vereador de Aracaju. Clovis Silveira tem alguns problemas a resolver.

É que alguns précandidatos não querem votar em João Alves.

MILITÂNCIA

A militância petista, de todas as tendências, trabalha para que a chapa a prefeito de Aracaju seja formada por Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Eliane Aquino (PT).

Claro, com o apoio do governador Jackson Barreto.

ROGÉRIO

Um militante ligado a Rogério Carvalho diz que a posição dele, como presidente, é não precipitar nada, para que não pareça uma pressão sobre o governador.

Mas admite [o militante] que “Zezinho Sobral (PMDB) não aglutina”.

QUEIXA

Algumas pessoas dentro do PT estão querendo lançar Edvaldo Nogueira, antes que Rogério Carvalho se manifesta, para assumir a “paternidade do fato”.

Qualquer posição deve de conversa entre JB e Rogério e aprovada pelo partido.

DANIEL

O deputado federal João Daniel (PT) deixa bem clara a sua vocação ativista, quando diz que “só as ruas e mobilizações mudarão os destinos da atual conjuntura”.

A mobilização muda se contar com o povo, sem intromissão de grupos partidários.

DELAÇÃO

Em Brasília o clima esquentou. Claudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha, quer que ele faça delação premiada. Se acontecer, Brasília desaba…

Claudia ameaça fazer delação, caso cunha se recuse a fazê-la.

FÁBIO

O prefeito de Socorro, Fabio Henrique, conversou ontem com o deputado Jony Marcos e lhe disse que não falou em apoio a provável candidatura de José Franco.

Fábio, entretanto, não desmentiu e nem confirmou a informação.

COMPOR

Fábio Henrique sugeriu a Jony Marcos uma composição para a formação de chapa em seu município em que formaria aliança entre PDT e PRB.

Jony topa, mas com ele candidato a prefeito de Socorro.

Notas

Palestra – O médico Igor Alexandre Cortês Menezes, do Hospital das Clínicas de Curitiba, será palestrante do 1º Jantar-Palestra, sábado, às 18 horas. Falará sobre “Microcirculação, Microreatividade Vascular e Choque Séptico: Bases fisiopatológicas e perspectivas para pesquisas”. Será no restaurante Sal e Brasa.

0x0

Alerta – A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN), emitiu um novo alerta ontem sobre a ressaca que atinge o Litoral de Sergipe e Bahia.  As ondas devem atingir 2,5 metros na área litorânea entre Porto Seguro (BA) e Aracaju (SE). O alerta continua hoje até à noite.

0x0

Fogos – Preocupado com alto índice de crianças e adultos vítimas de queimaduras ao usar fogos de artifícios durante os festejos juninos, o vereador Valdir Santos (PTdoB), ocupou a tribuna da Câmara para solicitar aos órgãos fiscalizadores que intensifiquem suas ações nas barracas de fogos de artifícios de Aracaju.

0x0

Emendas – O senador Eduardo Amorim (PSC) destinou emendas para equipar e conceder suporte aos hospitais de Aracaju. Serão beneficiados neste primeiro momento: Cirurgia, Santa Isabel e São José. As emendas totalizam R$ 900 mil, que podem ser utilizadas para aquisição de equipamentos e materiais permanentes.

0x0

Riscos – A Organização Mundial da Saúde (OMS) concluiu ontem, após reunião de seu comitê de emergência, que os riscos individuais de os turistas pegarem zika em áreas de transmissão da doença são os mesmos independentemente de um evento de massa, como as olimpíadas, estar ocorrendo ou não.

0x0

Prisão – Aliados temem que o juiz Sérgio Moro decrete a prisão do ex-presidente Lula, depois da decisão do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), de devolver as investigações contra o líder petista para a 13ª Vara Federal de Curitiba. O risco de prisão existe por causa da forma de atuação de Moro.

Conversando

Delação – O Antagonista publica que João Vaccari Neto está sendo pressionado pela família a delatar todo o esquema de financiamento ilegal do PT.

Reajuste – O impacto do reajuste de servidores federais até de 2018 é de R$ 67,7 bilhões e não de R$ 52,9 bilhões, como noticiado antes.

Aferição – Qualquer usuário do Deso, em Sergipe, que discorde dos valores da conta por fornecimento de água, pode solicitar aferição de hidrômetro.

Olha aí – Cerveró aponta propinas de mais de meio bilhão de reais. Maior valor aconteceu no governo FHC.

Mortes – Sargento Edgar: que por mais que tente não consegue entender porque tem pessoas que matam homossexuais. Talvez falta de afirmação quanto sua sexualidade?

Direitos – Capitão Samuel fala sobre negociações com Governo que garantiriam incorporação de direitos para carreira militar.

Educação – Ana Lúcia (PT) destaca experiências exitosas de educação na Bahia a fim de estimular educação pública sergipana.

Vendas – As vendas nos shoppings e nas lojas do centro tiveram uma queda de 13% nas vendas do dia dos namorados, em relação ao ano anterior.

Parceria – Se não fosse o projeto de parceria privada, Aracaju não teria condições de bancar os festejos juninos. Essa parceria acontece em Caruaru e Campina Grande.