16/06/16 - 14:45:00

Dependentes precisam ser atendidos em clinicas especializadas (Foto ascom)

Um dos principais problemas do Brasil hoje é a epidemia do crack. Trata-se de uma droga que causa sérios danos ao usuário, afetando rapidamente o cérebro e criando total dependência.

Famílias inteiras encontram-se amarguradas em razão do atrelamento de um ou mais membros com essa maldita droga, não tendo a mínima condição para tratá-los.

Além do incômodo no lar, os dependentes químicos muitas vezes praticam atos ilícitos para manterem os seus vícios e, por essa razão, produzem vítimas das mais diversas formas.

Não obstante uma parcela dos agentes públicos e políticos entenderem que essa é uma questão apenas e tão somente de segurança pública, eu pessoalmente discordo e apoio a linha de pensamento que crê na solução através de uma educação de qualidade e serviços de saúde pública que acolham dependentes químicos.

Assim, entendo que é imperioso dar maior assistência aos usuários, oferecendo-lhes tratamento adequado na rede pública de saúde, oportunizando aos mesmos acesso a clínicas especializadas.

A segurança pública deve tratar das consequências. Todavia, as causas da disseminação das drogas, estão na ausência de serviços essenciais que atendam as necessidades dos dependentes.

Infelizmente, esse tema não está sendo debatido com a devida seriedade em nosso país.

Por: Mendonça Prado