16/06/16 - 16:36:51

Sema elabora projeto para detectar descarte irregular (Foto assessoria)

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) está elaborando um projeto piloto para detectar pontos irregulares de descarte de resíduos, a fim de evitar a proliferação de aves rapinas nas proximidades do Aeroporto Santa Maria. O principal objetivo do projeto é atender as demandas da Infraero com mais agilidade, evitando riscos de acidentes aéreos.

Atualmente, quando há demanda de descarte irregular de lixo nas proximidades do aeroporto, a Infraero entra em contato com a Sema nos trâmites normais: por telefone ou através de um representante que vai até a sede do órgão ambiental. Em seguida, é aberta uma solicitação de fiscalização e os fiscais do órgão ambiental vão averiguar. Constatado o problema em área pública, solicita a limpeza para Emsurb. Caso seja terreno privado, o proprietário é localizado e notificado para murar, limpar e fazer a calçada.

Com o projeto, as demandas serão atendidas com mais precisão. O acesso ao Bairro Santa Tereza e Santa Maria, ou seja, nos arredores do aeroporto, será online. Por meio de um mapa online, gerado pela Sema, a Infraero poderá marcar o local exato da irregularidade. Assim, a fiscalização terá mais agilidade para localizar os pontos de descarte.

“De início estamos fazendo alguns testes e definindo algumas regras. A Infraero vai marcar no mapa online os pontos de descarte, que serão fiscalizados pela secretaria. Caso obtenha êxito, o Departamento de TI da Sema pretende estender o projeto para outros bairros”, informa o gestor de TI, Thalles Daniel Sá Costa.

A primeira ação da Prefeitura de Aracaju (PMA) para evitar problemas de descarte irregular nas redondezas do aeroporto foi a desativação do lixão do Bairro Santa Maria. Desde então, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente vem realizando monitoramento constante. Recentemente, A Sema fechou uma pocilga e alguns abatedouros clandestinos naquele bairro. Agora, com esse sistema, a expectativa é que seja mais fácil detectar os problemas, evitando transtornos.

Deise Dias

Ascom/Sema