22/06/16 - 10:53:25

Expedição Serigy aproveita roteiro turístico do Aratu Turismo (Foto assessoria)

No último final de semana, o Aratu Turismo de Base Comunitária, recebeu na Ilha Mem de Sá o grupo Expedição Serigy, grupo este formado por amigos com o objetivo de descobrir ou redescobrir as belezas naturais e as riquezas culturais de Sergipe.

Antônio Samarone, um dos integrantes do grupo, explicou que um dos motivos da visita à Ilha Mem de Sá foi a lembrança da história da morte do Bispo Sardinha, devorado pelos índios Tupinambás em terras sergipanas, mais precisamente naquelas terras banhadas pelo Rio Vaza-Barris.

“Raridade: canoa de um pau, sem emendas, casco abaulado. Herança dos tupinambás. Essa tem mais de cem anos. Preservada por Seu Salvador, um ilhéu nascido e criado na Ilha Mem de Sá, e que luta na preservação da cultura do seu povo,” disse Samarone, sobre a canoa de Seu Salvador, morador da Ilha.

Para o coordenador do projeto, Bento Cruz, a visita da Expedição Serigy foi gratificante. “Esta expedição representou o que acreditamos ser um turismo consciente, solidário e de profunda interação com a comunidade. Tivemos uma oportunidade de falar para os visitantes sobre os povos indígenas que habitavam a região do Vaza Barris,” disse.

A diversão foi garantida, pelo dia eles puderam aproveitar passeios fluviais pelo rio, conhecendo um pouco mais a vegetação de manguezal que cerca a Ilha Mem de Sá, além de entrar em contato com os moradores ao fazer a trilha terrestre e o Sítio Agroflorestal do Seu Tupi.

Pela noite, animados com as proximidades dos festejos juninos, o grupo aproveitou para comemorar com fogos e muita música ao som ao vivo de um dos músicos da banda Cataluzes, o Cláudio Miguel, que compunha o grupo.

“Acho que deu sequência a tradição que a Expedição Serigy tem construído que é visitar grandes pontos de Sergipe e alguns momentos também fora de Sergipe, tendo uma relação saudável com cada local visitado e respeitosa com a cultura. Por isso saio daqui mais uma vez impressionado, com coisas nossas, tão perto, estamos aqui tão perto do Mosqueiro, e com motivos diferentes de vida, cultura, de manifestações, enfim,” disse, Luciano Correia, sobre a viagem.

Luciana Oliveira

Ascom/ Aratu Turismo de Base Comunitária