23/06/16 - 06:48:21

Encontro Nordestino de Cultura dá início ao Concurso de Quadrilhas (Foto ascom)

Muitas cores, brilhos, e animação marcaram o primeiro dia do Concurso de Quadrilhas Juninas do Complexo Gonzagão. A disputa que teve início nesta quarta-feira, 22, classificou as quadrilhas Unidos em Asa Branca e Assum Preto para as semifinais. O Concurso faz parte do II Encontro Nordestino de Cultura- Arraiá do Povo 2016 e é uma realização do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Quem deu início à noite de apresentações foi a Quadrilha Xote Baião, da cidade de Itabaiana, que com dez anos de tradição, trouxe para a disputa o tema “Entre o mandacaru e o cangaço, surge o meu sertão encantado”. Com 40 componentes, a Quadrilha teve como destaques a Rainha Sol e a figura do Carcará.

Segundo o marcador e presidente da Xote, Douglas Vieira, este é o primeiro ano que a Quadrilha está disputando concursos pelo Estado, e a expectativa, segundo ele, é a melhor possível. “A diferença da nossa quadrilha está no brilho que ela carrega. Acredito que o público aprovou a nossa apresentação e o nosso objetivo aqui é chegar à final, e quem sabe, conquistar o primeiro lugar”, acredita.

Logo em seguida foi a vez da tradicional Unidos em Asa Branca entrar em cena. Fundada no ano de 1980 com o objetivo de integrar os jovens do conjunto Leite Neto, em Aracaju, a Unidos é detentora de três títulos do Concurso de Quadrilhas Juninas do Complexo Gonzagão e foi vice-campeã nacional em 2014.

Com o homem de São João como tema central, a Unidos em Asa Branca aborda em seu enredo as loucuras feitas por aqueles quadrilheiros que são apaixonados pela época junina. Segundo o ator e responsável pela parte teatral da Quadrilha, Jad Rocha, competir no Gonzagão é sempre importante pela tradição. “Este concurso acontece há vários anos, já é tradicional dentro do Estado e para nós é uma grande honra fazer parte dessa disputa”, explicou.

A noite ainda contou com as apresentações da Quadrilha Meu Xodó, da cidade de São Cristóvão, que este ano vem com o tema “Juntos somos mais fortes: salve a Amazônia”, e fechando a noite de apresentações, a Quadrilha Assum Preto, se apresentou com o tema “De Lampião a corrupção no cangaço continua de gravata e jaquetão”.

As apresentações da fase eliminatória continuam nesta quinta-feira, 23, também a partir das 20h, com as quadrilhas Século XX, Poerinha do Sertão, Laranjeirense, Renascer e Pioneiros da Roça.

O Concurso

Dividido em três etapas, o Concurso segue até o dia 01 de julho, quando acontece a grande final. Ao todo, cinco quadrilhas se apresentam em cada uma das seis noites da fase preliminar, que segue até a próxima segunda-feira, 27. A partir daí, começa a segunda etapa da disputa, com as semifinais, que contam com as duas mais bem colocadas de cada noite da fase preliminar.

Na fase semifinal, as 12 melhores quadrilhas do Concurso serão divididas em duas noites de apresentações que acontecem nos dias 28 e 29 de junho. Já na grande final disputam o título de campeã as seis mais bem colocadas, que concorrem às três primeiras colocações. As vencedoras receberão a premiação de R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente, além dos troféus.

Encontro Nordestino de Cultura

O II Encontro Nordestino de Cultura- Arraiá do Povo 2016 é uma realização do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e conta com o apoio do Ministério da Cultura, Secretaria de Esporte e Turismo, Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social, Secretaria de Estado da Saúde, Samu, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Superintendência municipal de Transportes e Trânsito, G Barbosa, Banese e Seguradora, Fasouto e Sebrae.

Ascom / Sec. de Estado da Cultura