30/06/16 - 09:36:56

Três finalistas do Concurso de Quadrilhas do Gonzagão (Foto: Secult)

Após oito noites de muita disputa, foram selecionadas nesta quarta-feira, 29, as três últimas finalistas do Concurso de Quadrilhas do Gonzagão. Unidos em Asa Branca, Pioneiros da Roça e Chamego Bom desbancaram as outras semifinalistas da chave e disputarão o título de melhor quadrilha junina da competição com Xodó da Vila, Cangaceiros da Boa e Século XX que se classificaram na noite anterior. A grande final acontece no dia 01 de julho, às 20h, no Complexo Cultural Gonzagão.

Responsável por abrir a noite de apresentações, a Forró do Milho, de Rosário do Catete, apostou no tema “Um mundo em cores ilumina o nosso São João” para tentar avançar à próxima fase da competição. “Para a gente é uma honra participar desta semifinal, onde podemos competir com as melhores quadrilhas do Estado com um tema que fala sobre cores, sentimentos e todas as alegrias que podemos ter nas noites juninas”, destacou Éder Araújo, diretor artístico da quadrilha.

Unidos em Asa Branca

Com 35 anos de tradição, a quadrilha Apaga a Fogueira trouxe o amor pelo “ser” nordestino, com a valorização de sua cultura, religião e trabalho como tema para este ano. Vinda do Bairro América, em Aracaju, a quadrilha possui diversos títulos dentro do Estado e veio com 55 componentes para a disputa.

Em seguida foi a Chamego Bom que coloriu o tablado do Complexo Cultural Gonzagão. Buscando “brincar no São João” e relembrar a velha infância, assim como seu tema pede, os 40 componentes traduziram o amor pela quadrilha que celebra este ano seu trigésimo aniversário.

Tendo as loucuras do homem de São João como tema central, a Unidos em Asa Branca foi a quarta quadrilha da noite a buscar a classificação. Fundada no ano de 1980 com o objetivo de integrar os jovens do conjunto Leite Neto, em Aracaju, a Unidos conta com 94 integrantes atualmente. Uma destas componentes é a Kaline Larissa, que sempre leva as filhas Ketlin e Yasmin para assistir os concursos. “É muito emocionante ver minhas filhas inspiradas e com o mesmo amor que eu sinto pelas quadrilhas e pelo São João”, acredita.

Pioneiros da Roça

A cultura cigana veio representada pela Pioneiros da Roça, que com o tom vermelho dos trajes dos integrantes e fazendo uso de vários objetos que remete à esta cultura,  encantou o público e os jurados. Marcador da Pioneiros há dois anos, André Camilo considera uma alegria fazer parte do Concurso. “Para nós é uma grande satisfação disputar uma semifinal e tentar uma vaga na final de um concurso importante como é o do Gonzagão”, pensa.

E fechando as semifinais, a Coração Nordestino veio cheia de criatividade para tentar carimbar sua vaga na grande final. Com “Epopéia Sertaneja: o bom mesmo é o meu lugar!” como tema central, o grupo que teve sua fundação em 2008 alegrou o público que ficou até o fim das apresentações.

O Concurso

Dividido em três etapas, o Concurso faz parte do II Encontro Nordestino de Cultura- Arraiá do Povo 2016 e é uma realização do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). As vencedoras receberão a premiação de R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente, além dos troféus.

Encontro Nordestino de Cultura

O II Encontro Nordestino de Cultura- Arraiá do Povo 2016 é uma realização do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e conta com o apoio do Ministério da Cultura, Secretaria de Esporte e Turismo, Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social, Secretaria de Estado da Saúde, Samu, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Superintendência municipal de Transportes e Trânsito, G Barbosa, Banese e Seguradora, Fasouto e Sebrae.

Fonte: Secult