01/07/16 - 05:43:51

SEJUC/DP DESENVOLVEM AÇÃO PARA VALORIZAR OS AGENTES PRISIONAIS

Na manhã desta quinta-feira, 30, foi realizada a abertura da Jornada Motivacional aos Servidores do Sistema de Segurança Prisional de Sergipe. A ação nasceu de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Justiça (Sejuc) e Defensoria Pública de Sergipe, com o principal objetivo de valorizar e levantar a autoestima destes servidores.

Estiveram presentes o assessor especial do secretário Antônio Hora Filho, Jorge Araújo Filho, que esteve o representando por motivo de viagem, o defensor público, Anderson Amorim, a Diretora da Coordenadoria do Núcleo de Execuções Criminais (DPE), Denise Sobral, a psicóloga Louise Sobral e os servidores do Sistema Penitenciário.

As atividades da Jornada Motivacional iniciaram no presídio de Nossa Senhora da Glória, o Preslen, por a equipe entender que facilitaria a participação dos agentes penitenciários pela distância da capital, Aracaju. E mesmo em seu dia de folga os servidores se fizeram presentes para entender mais sobre a ação.

A Jornada contará com psicólogos da Defensoria Pública e da Sejuc, além do envolvimento de braços da secretaria, como a Escola de Gestão Penitenciária (Egesp), e as coordenações gerais de saúde, assistência social e pedagogia. Nos encontros, os servidores participarão de oficinas e responderão um questionário para expressar as problemáticas enfrentadas pela profissão no Sistema Prisional, para que possam, em grupo discutir esses problemas e encontrar soluções de melhorias para sua rotina de trabalho.

“Essa Jornada Motivacional foi pensada pela Defensoria Pública em parceria com a Sejuc, voltada para os interesses e a qualidade de trabalho do agente penitenciário, aquele que cuida diretamente do preso. Se o agente penitenciário estiver bem consigo a Execução Penal também andará bem, se o agente está mal, a Execução Penal também sofre,” explicou, o defensor público, Anderson Amorim.

O agente penitenciário, Edvan Pereira, está há 30 anos na profissão e destacou durante o encontro que foi a primeira vez que presenciou uma ação no Sistema Prisional voltada para o profissional da segurança. Segundo o servidor, os projetos sempre foram mais voltados para os presos.

“É de uma importância muito grande, porque na verdade nós precisamos muito disso, dessa motivação, desse acompanhamento psicológico, do reconhecimento por parte do Governo e por parte da secretaria, então além da importância, a necessidade de uma ação como essa,” disse.

“No início os servidores ficaram apreensivos porque eles visualizam muito aquelas discussões que já vem sendo feitas ultimamente com o Governo do Estado, contra as questões salariais, mas depois houve uma boa aceitação no sentido de que eles sejam realmente ouvidos, valorizados e que venha proporcionar autoestima e é o que eles esperam,” disse, Nívea Renata, diretora do Preslen.

Assessoria de comunicação – Sejuc