01/07/16 - 16:24:52

“Fiz isso por amor a eles. Escondi da minha família e só contei depois que eu operei. Segurei a onda sozinha para não preocupar ninguém”

A ex-BBB Cacau Colucci fez uma revelação surpreendente ao EGO nesta sexta-feira, 1º. A loira contou que durante um check-up de rotina em março deste ano descobriu que estava com câncer de tireóide. “Quando abri o resultado dentro do carro, no farol, quase tive um treco. O chão sumiu.’ Caramba, estou com câncer’, pensei. Fui ao médico e ele me disse que eu tinha 98% de chance de cura, que era o câncer mais leve que existe. Era um tumor de um centímetro”, relembra ela, que preferiu não contar nada para a família, que mora em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

“Fiz isso por amor a eles. Escondi da minha família e só contei depois que eu operei. Segurei a onda sozinha para não preocupar ninguém”, relembra ela, que dividiu seu drama apenas com a secretária, Vera, que trabalha em sua casa nos Jardins, em São Paulo. “Ela me abraçou e choramos juntas, é como uma mãe pra mim”, relembra Cacau, que tinha posado nessa época para o Paparazzo.

“Meu ensaio no ar, todo mundo escrevendo para me elogiar e ninguém sabia o que eu estava passando. Fiquei me culpando, querendo descobrir se eu tinha feito algo errado para ter isso, mas o médico me tranquilizou, disse que não tem explicação e não tenho culpa, que deve ser genético. Nunca tomei anabolizantes e sempre me alimentei bem. Inclusive, vinha ficando mais rouca e era a doença que estava causando isso, e as pessoas dizendo que era bomba.”

Risco de metástase
Assim que descobriu que tinha um tumor maligno, o médico de Cacau pediu um ultrassom de pescoço e falou do risco de metástase. “Ele disse que geralmente quando o câncer de tieroide tem metástase, o primeiro lugar onde aparecem nódulos é o pescoço”, diz ela, que acabou descobrindo outro nódulo na região. “Foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Tinha um nódulo, aí fizemos biópsia e era benigno. Acordava de manhã e ficava pensando que não era possivel que aquilo estava acontecendo comigo.”

Cacau disse que a fé ajudou e que não pensou que fosse morrer. “Tenho muita fé, mas estava passada. O que tiver de passar, vai ser sempre com coragem, vou enfrentar. Minha esperança era de sarar. Encarei com força.”

Cacau Colucci mostra cicatriz (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)Cacau Colucci mostra cicatriz
(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Operação e cura
Quinze dias depois de descobrir o câncer, Cacau foi impedida de operar por causa dos apliques no cabelo. “O médico se esqueceu de me avisar e adiamos em uma semana. Mas depois a cirurgia foi tranquila, se eu te disser que sofri fisicamente, estarei mentindo. Não senti nada,” diz ela, que retirou a tireoide. Agora, se diz curada. “A médico disse que estou curada, mas tenho que ficar checando a cada seis meses e fazendo exames. Mas não preciso fazer quimioterapia.”  A cicatriz no pescoço Cacau tem disfarçado com maquiagem e sessões de laser.

Agora, a ex-BBB tem que tomar hormônio todos os dias de manhã. “Não tenho mais tireoide, então tenho de tomar hormonio sintético pelo resto da vida. Cada dia da minha vida agora tem muito mais valor. Quando tomo esse remédio eu agradeço a vida.”

Só depois que operou Cacau contou para a mãe. “Ela chorou muito. Mas fiz isso por amor, só contei quando eu estava bem. Não queria mesmo preocupá-la”, emociona-se.

‘Não me penalizei’
Cacau conta que sente alterações físicas por causa do ajuste hormonal. “Estou bem, trabalhando, mas às vezes tenho calor, frio, meus hormônios estão um pouco atrapalhados. Às vezes fico sololenta, tenho arritmia cardíaca. Mas faço musculação e estou trabalhando normalmente”, diz ela, antes de ponderar: “Mas isso é o de menos. No hospital vi um monte de criança com câncer e o meu era mais leve. Saí de lá agradecendo a Deus, e não me penalizando. Fiquei agradecida pelo meu ter sido leve e por ter saído curada. Agradeci muito.”

Cacau diz que tinha medo de as pessoas acharem que ela não poderia voltar a trabalhar. “Quem me conhece e gosta de mim é que me importa. Estudei tanto (Cacau é formada em Letras por uma universidade federal e pós-graduada) e as pessoas vão no Instagram dizer que não sei ler. Ninguém sabe da nossa batalha, do nosso coração. Minha preocupação era de acharem que eu não seria capaz de conseguir voltar a trabalhar porque as pessoas são muito crueis.”

Cacau se diz mudada depois da experiência. “Fui muito abençoada por ter me curado. Agora me aceito mais, não quis mais usar unha postiça nem aplique, não me importo mais com o que as pessoas falam. Quero ser eu mesma, o mais natural possível, feliz e dando valor a coisas simples. Quero ficar perto da minha família e das pessoas que gostam de mim porque é isso o que importa. E é como o símbolo da Fénix que tenho tatuado nas costas. Hoje sei que dá para renascer várias vezes na vida.”

Fonte: globo.com