04/07/16 - 16:42:28

FIM DE SEMANA: HUSE ATENDE A 40 VITIMAS DE ACIDENTE COM MOTO

Depois do período dos festejos juninos, o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) volta à sua normalidade e as rotinas no atendimento. Somente nos dias 1, 2 e 3 de julho, os plantões foram classificados como tranquilos e registraram 806 atendimentos a pacientes no Pronto Socorro. Desse total, 152 ficaram internados e em observação de acordo com a classificação de risco.

Foram 40 vítimas de acidentes motociclísticos, com 9 internações. Já os acidentes automobilísticos registraram 13 vítimas, com apenas 3 internações. Atendimentos a baixa complexidade também foram registrados na unidade hospitalar, que é referência em casos de alta complexidade de trauma. Somente neste final de semana foram 64 vítimas de queda (de árvore, bicicleta, animal e da própria altura), com 18 internamentos.

A violência urbana também apresentou dados estatísticos. Foram registrados 4 vítimas por arma branca e 14 vítimas por arma de fogo. Setores como a sutura e ortopedia totalizaram 297 atendimentos. Na Área Azul, 260 pacientes foram registrados, sendo que desse total, 46 precisaram de cuidados especiais e ficaram internadas. No setor pediátrico, 170 crianças foram atendidas e 32 internadas.

Os ambulatórios de retorno, oncologia e radioterapia somaram 59 atendimentos durante este final de semana. Os consultórios do oftalmo e otorrino totalizaram apenas 12 atendimentos.

De acordo com a superintendente do Huse, Lycia Diniz, “por ser porta aberta, ainda atendemos a demanda de baixa complexidade. O fim de semana foi de grande resolutividade e prestamos atendimento de qualidade ao usuário do SUS”.

Queimaduras

Mesmo com o encerramento dos festejos juninos na capital, o interior ainda comemorava o São Pedro. Por conta disso, nos primeiros dias de julho, o Pronto Socorro do Huse recebeu 6 vítimas de queimaduras, uma delas por fogos de artifício. As queimaduras não foram de grandes proporções e as vítimas ficaram internadas no período de 24 horas. Em seguida, receberam alta médica.

Fonte SES