05/07/16 - 11:11:55

Aracaju recebe o 2º Seminário Nacional de Saneamento da FNU (Foto ascom)

O Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgotos do Estado de Sergipe – SINDISAN está trazendo para Aracaju o 2º Seminário Nacional de Saneamento, com o tema ‘As PPP’s e a Federalização do Saneamento’. O evento será realizado nos dias 11 e 12 de julho, no Hotel Real Classic, na Orla de Atalaia.

O Seminário é uma atividade do Coletivo Nacional de Saneamento da FNU e reúne sindicatos  urbanitários de todo Brasil.

Diretor do SINDISAN e membro do Coletivo da FNU, Jorge Tupi explicou que um dos objetivos do Seminário é fazer o levantamento com trabalhadores de todo o Brasil para saber como está a questão das concessões do serviço de saneamento e distribuição de água em cada estado.

“Passamos por um momento crítico. Saneamento básico é saúde e água é vida, tem que estar ao alcance de todos. Verificamos em estados que privatizaram o serviço de saneamento e distribuição de água, a exemplo do Paraná, que a tarifa foi elevada. Já existem várias empresas privadas nacionais e internacionais interessadas no mercado do saneamento. Mas a água não pode ser tratada como mercadoria, porque é um bem essencial. Privatização não é o caminho”, defende.

Jorge Tupi acrescentou que todos os problemas já citados sobre a privatização já se tornaram realidade em alguns estados que privatizaram o saneamento e a distribuição de água, a exemplo do Tocantins, Bahia, Piauí e Alagoas.

Também diretora do SINDISAN e integrante do Coletivo, Iara Nascimento ressaltou que a possível federalização das empresas estatais de saneamento (o Governo de Sergipe já sinalizou que pretende federalizar a DESO em negociação com a dívida pública do Estado junto ao Governo Federal) é um assunto que afeta a população.

Segundo Iara, o aumento da tarifa e problemas no abastecimento e distribuição de água potável são consequências prováveis da privatização do sistema de saneamento básico. Demissão em massa, rebaixamento de salários, perda de direitos e precarização das condições de trabalho também preocupam os mais de 1.600 trabalhadores da DESO.

Os dirigentes sindicais citaram o caso da antiga Energipe, hoje Energisa, como exemplo para lembrar que antes da privatização a empresa tinha 1.200 funcionários e agora conta com menos de 850.

“O Coletivo Nacional de Saneamento está em estado de alerta. A cada três meses realizamos encontros, seminários e espaços de debate em diferentes estados para deliberar formas de enfrentamento e combate às privatizações. Precisamos compreender exatamente o impacto das PPP’s, o rolo compressor da privatização que já atinge vários estados e uma possível federalização do saneamento. A população precisa estar ciente da seriedade deste problema”, avaliou Iara.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Dia 11 de julho de 2016 –  Reunião do Coletivo de Saneamento

| MANHÃ

– 07h30 às 08h00 – Recepção e Credenciamento

– 08h15 – Mesa de abertura

– 08h30 às 09h00 – Análise de Conjuntura: “Ataques às conquistas da Classe Trabalhadora o desmonte e Privatização do Setor de Saneamento”

Palestrante: Rubens Marques – Presidente da CUT/SE

–  09h00 às 09h30 – Parcerias Públicas Privadas – “As medidas anunciadas de Privatização e Alienação das Companhias Estaduais de Saneamento”.

Palestrante: Arilson Wunsch – Diretor da FNU e SINDAGUA-RS

– 09h30 às 09h40 – Intervalo

– 09h40 às 11h50 – Debate

– 12h00 às 13h30 – Almoço

| TARDE

– 13h30 às 14h30 – Informes dos Estados

– 14h30 às 15h00 – Balanço das campanhas salariais do Setor de Saneamento

Palestrante: Fábio Giorio Smarçaro – Secretário de Saneamento da FNU e Presidente do SINDAEMA-ES

– 15h00 às 15h10 – Intervalo

– 15h10 às 16h10 – Debate: Lutas e desafios nos Estados contra as PPP’s

– 16h10 às 16h40 – Agenda para o 2° semestre

– 16h40 às 17h40 – Nota Técnica do Dieese

Palestrante: Pedro Tabajara Blóis Rosário – Diretor Presidente da FNU

Dia 12 de julho de 2016 – Seminário

– 08h às 08h15 – Mesa de abertura

– 08h15 às 10h45 – Seminário:

Mesa 1 – As PPP’s e Federalização do Saneamento

Palestrante: Abelardo de Oliveira Filho

Mesa 2 – Luta e resistência dos trabalhadores contra as PPP’s

Palestrante: Pedro Romildo – Secretário Nacional de Saneamento da CNU

Mesa 3 – Os desafios frente às PPP’s

Palestrante: Antônio Carlos da Silva Góis

10h45 às 11h – Intervalo

11h às 12h30 – Debate final e apresentação de propostas

(Com informação adicionais do site da CUT/SE)

Por: GEORGE W. O. SILVA