06/07/16 - 05:00:12

Seed recebe representantes do Consulado Geral da França (Foto Maria Odilia)

Por Ítalo Marcos

O secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, recebeu em seu gabinete, na tarde desta terça-feira, 5, os adidos de cooperação para o francês do Consulado Geral da França em Recife, Dário Pagel e Cecilia Goloboff.

Durante o encontro, eles debateram sobre o ensino da língua francesa nas escolas da rede estadual de ensino. Esteve presente durante a reunião a diretora do DED, Gabriela Zelice.

Jorge Carvalho destacou que, pessoalmente, tem bastante apreço pelo idioma francês e que vê como importante a inserção no currículo escolar, mas que isso ainda dependerá de uma série de discussões que estão sendo realizadas em nível nacional.

“Hoje em dia há uma discussão sobre o que ensinar em nossas escolas. Sou membro do Consed e temos discutido muito essas temáticas. As coisas irão ganhar mais clareza quando esse debate finalizar. O Governo de Sergipe, através da Seed, tem toda a disposição de ser parceira do Consulado da França, pois consideramos que a cultura francesa tem uma importância muito grande”, explicou.

Sergipe Para o Mundo

Durante o encontro, o secretário Jorge Carvalho ainda falou sobre o Programa Sergipe para o Mundo, projeto da Secretaria de Estado da Educação que tem como finalidade enviar, anualmente, 100 estudantes do ensino médio para fazerem um semestre letivo em diversos países, inclusive nas nações de língua francesa.

A representante do consulado, Cecilia Goloboff, ressaltou a importância da reunião com o secretário. “O secretário se mostrou muito aberto a qualquer proposição por parte da Embaixada da França.

“Penso que podemos adiantar alguns projetos juntos, mas por enquanto a situação atual pede que esperemos um pouco mais antes de tomarmos decisões. Jorge Carvalho nos falou sobre o projeto de enviar alunos para estudar um semestre letivo na França, e acho que seria muito positivo para Sergipe”, disse.

Já Dário Pagel também achou bastante positiva o encontro com o secretário. “Viemos discutir a importância da diversidade da oferta de línguas estrangeiras, inclusive o francês. Estamos trabalhando para que o francês esteja presente na grade curricular dos estudantes, permitindo que no futuro eles tenham acesso à leitura e à circulação de informações em francês”, declarou.

Assessoria de Comunicação da SEED