06/07/16 - 09:39:24

Agente penitenciária é convocada para trabalhar Olimpíadas (F:Thaís Ramos)

As Olímpiadas deste ano, que acontecerão no Rio de Janeiro, no próximo mês de agosto, já movimenta o país. Em Sergipe atletas estão em preparação para disputar as modalidades Olímpicas durante os 19 dias de competição. Muitos sergipanos aguardam ansiosos o início dos jogos para torcer e vibrar com as competições, e também trabalhar nas Olimpíadas, como é o caso da agente penitenciária Elisângela Santos Silva.

Elisângela, foi atleta de Judô durante 13 anos, período em que conquistou vários títulos a nível Estadual, Interestadual, Norte-Nordeste, Brasileiro e Internacional. Em 2005 teve que encerrar sua carreira como atleta após ter sofrido uma lesão no joelho. Foi então em 2006, que ela iniciou na profissão de Agente Prisional.

Hoje aos 36 anos de idade ela é faixa preta (segundo DAN), Árbitra Aspirante a Internacional e dá aulas de judô para crianças carentes em um projeto do Batalhão de Choque da Polícia Militar. A atleta e agente penitenciária, falou sobre o convite e como estão suas expectativas para participar do maior evento esportivo do mundo.

“O convite surgiu através de toda minha trajetória como atleta e com o trabalho prestado a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) e a Federação Sergipana de Judô (FSJ), em várias atuações como arbitra nos campeonatos aqui no Brasil, onde sempre desempenhei a função com compromisso, responsabilidade e qualidade. As expectativas são enormes, a ansiedade é grande, visto que me sinto muito orgulhosa em poder vestir o fardamento e participar dos Jogos Olímpicos,” disse, a agente penitenciária.

O secretário Antônio Hora também falou sobre a participação da agente convocada para trabalhar nas Olimpíadas 2016 no Rio.

“É motivo de muito orgulho para nós que fazemos a Sejuc ter uma funcionária nossa, que atua de forma exemplar em um dos maiores Complexos Penitenciários que é o Copemcan, está representando nosso Estado nesta competição esportiva que é a maior do planeta, os Jogos Olímpicos, e ela irá participar na condição da parte técnica na modalidade de Judô. Nós estamos muito lisonjeados e torcendo que ela faça uma brilhante participação e que leve sorte aos nossos atletas judocas e que o Brasil possa continuar sempre ganhando medalhas olímpicas no Judô, já que essas modalidades é uma das que mais conquistaram medalhas para o Brasil. Desejo muita felicidade e muita sorte e vamos torcer também pela nossa funcionária Elisângela,” disse, o secretário Antônio Hora Filho.

Com 10 anos de Sistema Prisional e 24 anos de prática de Judô, a judoca e agente prisional teve a oportunidade de unir as duas atividades em situações onde houve a necessidade. Seja com o uso de técnicas de imobilização e contenção que aprendeu no Judô, onde em todas as tentativas obteve sucesso; como também passando um pouco do seu aprendizado para seus colegas agentes prisionais, onde ministrou aulas de Defesa Pessoal no Curso de Combate em Ambiente Confinado.

Como judoca e agente penitenciária, Elisângela acredita na atividade esportiva como forma de incentivo para a ressocialização de pessoas privadas de liberdade. Segundo ela, o esporte é uma ferramenta grandiosa para Inclusão Social, incentiva e renova a vida das pessoas, pois tem o poder de resgatar a dignidade, a autoestima e a confiança. Para a agente penitenciária, o esporte salva vidas.

Assessoria de comunicação – Sejuc