07/07/16 - 13:18:31

Hemose registra mais de 13 mil doações de sangue (Foto assessoria)

No primeiro semestre de 2016, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) registrou 16.766 cadastros e 13.287 doações de sangue efetivadas. Em relação ao mesmo período do ano passado, as doações destinadas ao atendimento transfusional da rede hospitalar do Estado, apresentaram um acréscimo de um por cento.

De acordo com o levantamento do Hemocentro, os meses com maior número de coletas foram: abril (com 2.648 doações) e fevereiro (2.253). Ao longo do semestre, a unidade registrou 31,3%, doações de forma frequente, aquela em que a pessoa doa a cada três ou quatro meses.  Outros 56% das doações foram de reposição, ou seja, feita por voluntários que doam circunstancialmente, a pedido de amigos e familiares. Geralmente essas doações são pedidas pelos médicos para realização das cirurgias eletivas, procedimentos cardíacos, ortopédicos, obstétricos, além de tratamento oncológicos e renais.

A gerente de Ações Estratégicas do Hemose, a assistente social Rozeli Dantas, explica que o número de doações voluntárias de sangue ao ano no Brasil não chega a 2% da população. Entretanto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza índices de até 5 %, para manter os níveis dos estoques dos hemocentros equilibrados.

Ela acrescenta que as demandas são sazonais e as necessidades de doações variam conforme o tipo sanguíneo. “70% das doações realizadas na unidade são dos sangues O e A positivo, que são mais presentes na população sergipana. Os outros 30% são dos sangues B e Ab positivo”, pontua.

Já os grupos sanguíneos A, B, Ab e O negativo chegam em menor percentual. “O sangue O negativo, por ser doador universal, é um sangue raro, em que poucas pessoas possuem esse tipo sanguíneo. Quando há uma necessidade maior nos hospitais, recorremos aos doadores cadastrados ao hemocentro para ajudar”, enfatiza.

Rozeli informa também que as campanhas organizadas por parceiros têm contribuído para manutenção das doações. “A sociedade está atenta aos pedidos e as divulgações sobre a importância do serviço. Isso desperta o interesse de voluntários dispostos a mobilizar grupos de pessoas que acabam procurando o Hemose para saber como organizar as campanhas”, ressalta.

Temperaturas

Atualmente as equipes do Hemocentro de Sergipe trabalham atentas as mudanças climáticas típicas do inverno, estação com grande oscilação nas temperaturas com dias de muito sol, e, por isso, mais quentes ou chuvosos. “Em julho e agosto os estoques sofrem uma baixa. Normalmente realizamos em média 90 coletas por dia. Quando ocorre uma mudança de tempo, essas doações reduzem para até 70 doações por dia”, detalha.

A gerente de Captação reforça ainda a importância das doações, lembrando que a demanda por transfusões é diária. “Temos dias, ou mesmo semanas, por exemplo, que os estoques ficam abastecidos de todos os tipos de sangues. Mas é importante que os doadores frequentes estejam vigilantes dos intervalos para renovar as suas doações”, conclui.

Detalhes sobre o serviço através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Fonte: SES