14/07/16 - 07:58:41

Cohidro vai a Brasília dar continuidade ao Água para Todos (Foro assessoria)

Nesta terça-feira, 12, o diretor-presidente da Cohidro (Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe), José Carlos Felizola Filho, esteve em Brasília-DF para uma audiência com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. No encontro, foi tratado da segunda etapa do Água para Todos, em que a primeira está em fase de conclusão no Estado, beneficiando 40 comunidades rurais em 20 munícios de Sergipe, com a instalação de sistemas de abastecimento de água para 1.920 famílias. Na sequência deste programa, mais 67 poços serão perfurados. Outra demanda tratada foi a construção de 50 novas barragens.

Através da Cohidro, o Água para Todos fez levantamento socioeconômico em todo estado de Sergipe para identificar as 107 comunidades rurais que necessitavam do um ponto de abastecimento de água comunitário, que o programa oferece. Posteriormente, os quadros de geólogos da própria Empresa determinaram a localização desses poços, a chamada locação, para que em seguida serem perfurados os 40 primeiros, a partir de empresa licitada. Atualmente outra empresa, que também passou por processo licitatório, está realizando o trabalho de instalação de toda infraestrutura necessária para extrair a água do subsolo, armazenar e então fornecer à população.

A ordem de serviço para início desta fase conclusiva, da primeira etapa do Água para Todos se deu no último dia 30 de junho, no assentamento rural Caraíbas, em Japaratuba. Lá, o governador Jackson Barreto assinou o compromisso de prover água para as 133 famílias da povoação. O investimento na implantação desses 40 primeiros poços foi de R$ 5.280.000, sendo R$ 264.000 de contrapartida estadual.

O programa Água para Todos é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MIN) e faz parte do Plano Brasil Sem Miséria. O objetivo é levar água para 750 mil famílias, principalmente do semiárido brasileiro, universalizando o acesso de água a populações carentes residentes em comunidades rurais, e para consumo animal. Em Sergipe, a iniciativa investirá R$ 14,4 milhões em 25 municípios, na perfuração e instalação de 107 sistemas de distribuição e abastecimento de água potável, sendo que, para a segunda fase de execução, já estão previstas a perfuração e instalação de outros 67 sistemas de abastecimento.

“Participei, ao lado do deputado federal Fábio Reis, de audiência com o ministro Hélder Barbalho, onde pleiteamos diversas ações para o Estado de Sergipe através da Cohidro, entre elas a garantia da segunda etapa do Água Para Todos e a construção de pequenas e médias barragens no interior sergipano. O ministro foi solícito e se comprometeu com os pleitos”, explicou Felizola, dando como garantido a continuidade do programa que implantará mais 67 unidades de fornecimento de água. Ele agradece o apoio dado pelo congressista sergipano, que sem o qual não conseguiria agendar a reunião na celeridade que as demandas solicitam.

Barragens

Em seu histórico, desde 2008 a Cohidro já recuperou mais de duas mil aguadas de pequeno e médio porte em todo Estado, sendo o órgão executor do convênio entre as secretarias de estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos e da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Pesca (Seidh e Seagri), via recursos do Funcep (Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza). Esse programa atende principalmente os micro-pecuaristas, recuperando as suas barragens ou reformando reservatórios de uso coletivo, que também têm a função de matar a sede dos rebanhos.

Segundo Paulo Henrique Machado Sobral, diretor de Infraestrutura Hídrica e Mecanização Agrícola da Cohidro (Dinfra), o pleito levado ao MIN tende a captar recursos para por em prática os projetos elaborados pela Companhia neste setor. “É uma demanda já inserida no Siconv (Sistema de Convênios do Ministério do Planejamento). Trata-se da construção de 50 barragens públicas escavadas e de médio porte, de uso doméstico e principalmente para a dessedentação animal, focando em atender, na maior parte delas, áreas da região do semiárido sergipano”, completou.

Fonte Cohidro