18/07/16 - 10:59:07

Goretti Reis faz balanço das ações do primeiro semestre de 2016 (Foto Jorge Henrique)

Ao encerrar o primeiro semestre das atividades na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, a deputada Goretti Reis (PMDB), fez um balanço positivo das suas ações. Para ela, 2016 começou com uma série de atividades positivas que só engrandecem a continuidade do seu mandato.

“Foi um semestre produtivo, principalmente pelos objetivos alcançados, o que nos estimula a continuar na legislatura em prol dos sergipanos. Lançamos a Frente Parlamentar em Defesa da Mulher, iniciativa importante no combate a violência contra as mulheres. Tivemos importante participação nas discussões em defesa da Enfermagem e da Saúde Pública. Como representante da categoria me sinto na obrigação de continuar a luta para que as leis sejam cumpridas e a profissão respeitada”, enfatizou a parlamentar.

Goretti Reis decidiu por mudar de partido seguindo orientação da família Reis em manter o agrupamento político em benefício de Lagarto e região e filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Foi reeleita segunda secretária da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Foi reeleita também presidente da Secretaria Especial da Saúde da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), por participação importante nos seminários que debateram a melhoria do Sistema Único de Saúde (SUS), no atendimento público da saúde em Sergipe e no país.

A parlamentar entende que a participação de todos pode forçar o Congresso Nacional a rever as políticas adotadas que não surtem efeito. “Dentro das questões de responsabilidades estão a União, os Estados e Municípios e pactuações feitas nas políticas públicas, não só no modelo assistencial, como nos financiamentos, que estão muito aquém das necessidades”, ressaltou afirmando que, a preocupação é o atendimento no serviço público.

Goretti promoveu a primeira Audiência Pública da Legislatura de 2016, para debater e formular um documento que foi encaminhado ao Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), se mostrando, totalmente, contrária a proposta da legislação que propõe a graduação de enfermeiros e técnicos de enfermagem na modalidade de Ensino à Distância (EaD). “Reunimos o Conselho Federal e Regional de Enfermagem, a Associação Brasileira de Enfermagem (Abem-SE), representantes de universidades privadas e pública, Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SE), Conselhos de Classe Instituições, profissionais e estudantes, foi gratificante e necessário”.

Trabalhos

Ao longo dos seis primeiros meses de 2016, a deputada apresentou um Requerimento, três Indicações e uma Moção de repúdio. Entre as principais propostas apresentadas está o Requerimento 77/2016 que criou a Frente Parlamentar em Defesa da Mulher, aprovado por unanimidade em outubro de 2015 e implantada em 8 de março deste ano. “Data que marcou o Dia Internacional da Mulher como um avanço na luta das mulheres que conseguiram, depois de uma articulação entre o poder legislativo e a sociedade civil, criar a Frente. Mais uma bandeira de luta que, como deputada estadual, com o apoio da Assembleia Legislativa e a participação de 10 parlamentares e 11 representantes dos movimentos sociais e entidades, foi possível a criação desse importante instrumento de ações”, afirmou.

Destaques para as Indicações nº 142 do artigo 198 de 5 de março deste ano, que solicita a implantação da Casa Abrigo que vai acolher as mulheres vítimas de violência e a de nº 20/2016, que solicita a criação do Distrito Industrial do município de Maruim.

Por Ascom Parlamentar