18/07/16 - 16:59:39

Samu registra recorde de inscrições para curso de Atendimento (Foto ascom)

Cerca de 500 pessoas se inscreveram no curso, número 2,6 superior ao do ano passado, quando foram registradas 190 inscrições

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) registrou recorde do número de inscrições para o 23º Curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH). Ao todo, foram mais de 500 inscritos, número bastante superior ao da edição anterior, quando foram registradas cerca de 190 inscrições.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Educação Permanente do Samu (NEP/SAMU), Ronei Barbosa, dos 500 concorrentes, apenas 200 acadêmicos possuíam os requisitos necessários para a efetivação.

“Acreditamos que a vontade de querer participar do curso ofertado pelo Samu motiva muitos acadêmicos e até profissionais para o processo seletivo. Isso demonstra a valorização e credibilidade que é dado ao Curso de APH do Samu”, analisa Ronei Barbosa.

O curso é destinado para os acadêmicos em Medicina e Enfermagem que estejam devidamente matriculados em instituições de ensino superior de Sergipe e que atendam aos seguintes requisitos: Enfermagem UFS (Campus Lagarto), a partir do 3º ciclo; demais instituições, a partir do 6º período (concluído ou em curso). Já Medicina UFS (Campus Lagarto), a partir do 3º ciclo; demais instituições, 5º período (concluído ou em curso).

No último sábado, 17, foi realizada a primeira fase do processo seletivo, onde os candidatos foram submetidos a uma prova escrita. Posteriormente serão realizadas as entrevistas e a análise curricular.

Curso de APH

O curso é gratuito e oferece 14 vagas para acadêmicos e vale como atividade extracurricular acadêmica, com duração de oito meses, totalizando 621 horas de ações educativas diversificadas, com ênfase nas metodologias ativas de ensino-aprendizagem.

“O processo seletivo acontece duas vezes por ano. Desde 2003, tem formado mais de 300 acadêmicos, sendo que muitos deles acabam atuando como trabalhadores no próprio Samu ou em outras unidades da Rede de Atenção à Saúde do Estado”, ressalta Ronei Barbosa.

Durante o curso, os acadêmicos participam de diversas ações educativas: exposições dialogadas, alinhamentos teóricos, plantões acompanhando as equipes profissionais, treinamentos práticos e atuação em eventos de massa, como o Arraiá do Povo, Forró Caju, Governo em Ação, dentre outros.

Fonte SES