25/07/16 - 14:50:26

FIM DE SEMANA: HUSE ATENDE 63 VITIMAS DE ACIDENTE COM MOTO

“O Huse é referência em todo o estado e conta com um dos melhores parques tecnológicos do Nordeste”, afirma a superintendente Lycia Diniz

O Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) atendeu a 781 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) durante este final de semana, de 22 a 24 de julho. Desse total, 130 pacientes ficaram internados, segundo o relatório de produção da unidade, gerenciada pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS).

A unidade recebeu 63 vítimas de acidente motociclísticos, duas vítimas de acidente automobilístico, oito vítimas de atropelamento, oito vítimas de arma de fogo e cinco vítimas de arma branca. A Área Azul Adulto – local que continua recebendo pacientes de baixa complexidade e que deveriam ser atendidos pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) –  atendeu a 235 pacientes com dor abdominal, dor de cabeça, sintomas de febre, entre outros casos. Destes, 31 ficaram internados em observação.

Na pediatria do Huse foram registrados 151 atendimentos. Desses, apenas 10 ficaram internados na unidade. A Sala de Sutura e a Ortopedia do hospital receberam 278 pacientes. Desse total, 53 ficaram em observação. Os ambulatórios de oncologia, radioterapia, retorno e fisioterapia realizaram 81 atendimentos.

A superintendente do Huse, Lycia Diniz, destaca o importante papel do hospital para a sociedade. “Os números demonstram a resolutividade dos casos que procuram atendimento no hospital. O Huse é referência em todo o estado e conta com um dos melhores parques tecnológicos do Nordeste. Por isso é expressivo o número de atendimentos. Além disso, contamos com a indiscutível capacidade técnica dos seus servidores”, ressaltou.

A otimização dos serviços disponibilizados no Pronto Socorro do Huse caracteriza a assistência oferecida pelas equipes que trabalham diariamente para prestar oferecer a melhor qualidade no atendimento.

“São diversos procedimentos de urgência e emergência, consultas especializadas, administração de medicamentos, realização de exames complexos, atendimentos de enfermagem em geral, tratamentos clínicos de traumas ortopédicos, cirurgias, oncologia, pediatria, entre outros realizados e administrados de acordo com a classificação de risco.

Fonte SES