26/07/16 - 05:49:26

Festa do Leite de Santa Rosa reflete o crescimento da pecuária (Foto Ednilson Barbosa Santos)

 

A sétima Festa do Leite realizada no último fim de semana no povoado Santa Rosa do Ermírio, em Poço Redondo, movimentou quase R$ 1 milhão entre a venda de máquinas agrícolas, animais, seguros e diversos outros negócios do ramo da pecuária leiteira, além dos produtos derivados do leite feitos pela agricultura familiar. Segundo os organizadores, o evento cumpriu com sucesso o objetivo de mostrar a eficiência na produtividade de leite na região do Alto Sertão sergipano.

“Só o Leilão Genética Amigos do Leite, que aconteceu no sábado, 23, movimentou R$ 260 mil com a venda de 28 lotes de animais de alta lactação”, disse Marcos Franco, veterinário e técnico da Emdagro que apoia o evento juntamente com o Sebrae, Fies, Faese, Senar e a Prefeitura de Poço Redondo.

O veterinário da Emdagro acrescentou que o torneio leiteiro de caprinos e bovinos foi bastante competitivo, com premiação de R$ 15 mil em dinheiro e produtos para as ordenhas de maior quantidade de litros produzidos por vaca, e R$ 2.200 para cabra. O gado vencedor superou a meta de produção de leite. No resultado final as campeãs foram: com meta de 35 kg, Vaca Lindoia com 49.960 kg/dia; e com meta de 50 kg a Vaca Argentina que alcançou a média de 69.980 kg/dia, ambas pertencentes a Jose Valberto Aragão. Já no torneio Leiteiro de Caprinos venceu a cabra de Jose Luiz Santana com 6,040 kg/dia.

“Há cerca de sete anos não se ouvia falar em vaca produzindo mais de 60 kg de leite no Alto Sertão sergipano. Os cursos de Inseminação Artificial promovido pela Emdagro ajudaram em muito no melhoramento genético e consequentemente na produtividade e na produção leiteira”, disse Marcos Franco.

De acordo com Odair José de Oliveira, criador de Santa Rosa do Ermírio e um dos organizadores do evento, muitos criadores têm buscado na tecnologia a alternativa para ampliar a qualidade do rebanho. “Além disso, para que a alta produtividade seja uma característica constante numa região de clima tão difícil, é preciso, primeiramente, aprender a conviver com a seca, apostando em silagem, muita palma e ração balanceada para alimentar o rebanho”, acrescentou o produtor.

O secretário de estado da Agricultura, Esmeraldo Leal, participou da premiação ao lado do prefeito de Poço Redondo, Roberto Araújo, e parabenizou os produtores, assistência técnica e prefeitura local pelos resultados. “Parabenizo os produtores e organizadores dessa linda Festa do Leite pelos investimentos no melhoramento genético do rebanho e todo o aperfeiçoamento técnico que vem fazendo. Também considero importante o trabalho do Governo Estadual, através da Seagri e da Emdagro, que vem prestando assistência técnica aos produtores e, oferecendo os programas de mecanização, de distribuição de sementes de milho, sorgo e palma como alternativas de alimentação animal para os pequenos produtores em período de seca, como também a medida de manter a média de vacinação contra febre aftosa, permitindo que estado de Sergipe entre no 21º ano sem o registro da doença. Outro aspecto, são os investimentos da prefeitura em parceria com o governo para a melhoria da Infraestrutura. São ações que contribuem para toda cadeia leiteira da região”, destacou o secretário.

“Queremos parabenizar o nosso governador Jackson Barreto, através do secretário de estado da Agricultura, Esmeraldo Leal, pelo apoio a nosso município. “Hoje, só é possível realizar essa bonita festa por causa do investimento do Governo do Estado que transformou Santa Rosa na grande bacia leiteira, construindo a pista que liga a Rota do Sertão até aqui, construindo a torre de celular que ajuda nos negócios, onde foi feito um investimento de R$ 400 mil, além da melhoria na segurança pública. Nossa avaliação é muito positiva. Estão de parabéns também todos os produtores de leite que levam o desenvolvimento de nosso município para o Estado de Sergipe, ressaltou o prefeito de Poço Redondo Roberto Araújo.

Produtividade em Santa Rosa

No povoado Santa Rosa do Ermírio com uma população próxima dos 10 mil habitantes, se produz leite o ano todo, em razão dos bons solos, que favorecem as grandes e pequenas fazendas da região, além dos rebanhos bovinos selecionados que garantem a alta produtividade. Os produtores garantem que o leite é a principal fonte de renda de 90% das famílias, e a produção abastece grandes fábricas de laticínios, como a Natville, Sabe Alimentos e Betânia, além de inúmeras fabriquetas.

Pelos dados da Emdagro de 2015, Sergipe beneficia cerca de 640 mil litros de leite por dia, sendo a região do Alto Sertão responsável por mais da metade desse volume. Segundo os organizadores da Festa do Leite, só Santa Rosa do Ermírio é responsável por produzir, aproximadamente, 100 mil litros de leite/dia, um número expressivo para uma terra castigada pela seca.

Durante a Festa do Leite aconteceu, também, Passeata dos Tratores, Feira da Agricultura Familiar, Feira do Agronegócio, e Clube da Bezerra – uma competição da qual podem participar novilhas de até seis meses conduzidas por crianças de até 10 anos. Nos dois primeiros dias do evento houve palestras.

Foto e Texto: Ednilson Barbosa Santos