27/07/16 - 13:48:56

Seminário discute Base Nacional Comum Curricular em Sergipe (Foto ascom)

Profissionais, entidades e instituições ligadas à Educação estiveram reunidos nesta quarta-feira, 27, no Teatro Atheneu, com um único objetivo: discutir propostas para compor o texto final da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que quando estiver pronto norteará a produção dos currículos escolares da Educação Básica nas esferas estaduais, municipais, públicas e privadas.

O Seminário Estadual da Base Nacional Comum Curricular foi aberto com a apresentação musical do mestre em Música, Lucas Campelo, e pela cantora Barbara Sandes. Logo após as boas vindas culturais, o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, ressaltou a satisfação em receber o seminário em Sergipe.

“O Governo do Estado tem a satisfação de participar desse momento maduro da sociedade e da educação brasileira, redefinindo e rediscutindo a Educação Básica.  Será discutido o que é que queremos para a base nacional, e a partir daí, o que deverá ser incorporado ao dia a dia de todas as escolas brasileiras, ouvindo a sociedade. Sergipe dará sua contribuição”, disse o secretário.

Carvalho ainda ressaltou confiar nos trabalhos do seminário, que incorporará ao documento nacional aquilo que são traços comuns da sociedade brasileira com vistas à Educação.

Na programação do seminário, os presentes assistiram a um vídeo com especialistas sobre a análise crítica do BNCC. Logo após, o coordenador geral do Ensino Médio do Ministério da Educação, Ricardo Magalhães Cardoso, apresentou os conceitos básicos para entender o BNCC.

“A Base não está pronta. Está em construção, rumo à versão final, e não é um currículo pronto. É um documento que orienta e subsidia os currículos escolares”, afirmou Ricardo Magalhaes Cardoso.

A coordenadora de projetos do Movimento Escola de Educadores, Beatriz Ferraz, foi a segunda palestrante da programação, e sem seguida os presentes foram orientados sobre a metodologia de trabalho do seminário, que ocorre até esta quinta-feira, 28, com a finalização das atividades dos grupos de trabalho.

Metodologia

A Base Nacional Comum Curricular é um documento previsto na Lei 13.005, de 2014, que representa a proposta dos direitos e objetivos de aprendizagem e desenvolvimento para todos os alunos da educação básica, respeitando as versões e nuances regionais.

Os seminários acontecem em todos os estados brasileiros e Distrito Federal.

Em Sergipe são 11 grupos de trabalho divididos por componentes curriculares, que acontecem nesta quarta-feira, 27, no turno da tarde, no Colégio Estadual Barão de Mauá, em Aracaju, e nesta quinta-feira, 28, no Teatro Lourival Baptista.

Os integrantes dos grupos preencheram planilhas sistematizadas pelo comitê gestor nacional. Através dos grupos de trabalho compostos por professores e alunos sairão propostas para a Educação Básica como norteadoras da produção curricular das escolas brasileiras.

“Há modelos de planilhas em que os grupos de trabalho responderão sobre os objetivos da aprendizagem. Estaremos revendo os documentos iniciais e os componentes curriculares. Ao final do seminário, cada estado terá produzido o seu documento e enviará para o Conselho Estadual de Educação, que finalizará o texto”, explicou Gabriela Zelice, diretora do Departamento de Educação da Seed e presidente da Comissão Estadual de Mobilização da BNCC.

Participam do Seminário Estadual da BNCC Osvaldina Ribeiro, secretária-adjunta de Educação de Aracaju; José Joaquim de Macedo, presidente do Conselho Estadual de Educação; Reni Silva Damasceno, presidente da Fenen-SE; Emília Geminiana, representando a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime); diretores de setores da Seed, além de representantes das entidades de classe do Magistério de Sergipe.

Assessoria de Comunicação da SEED