27/07/16 - 10:38:28

AGRESE acompanha mudanças para o mercado livre de gás (Foto: Luiz Valério)

Comercializadores de energia e gás natural querem mudanças nas regras estaduais que permitem que os consumidores migrem para o mercado livre – aquele no qual poderiam escolher seus fornecedores.

A Abraceel, Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia, se reuniu com o Ministério de Minas e Energia para apresentar demandas, entre elas o poder de comprar parte do gás de partilha (a parcela da produção que vai para a União) e mudanças de tributos.

Segundo assessoria de imprensa, o ministério concorda com a maioria das demandas. O entendimento é que algumas adaptações, como a de um modelo de transporte em que as empresas do setor de gás pagam tarifas por ponto de acesso, atrairiam interessados em ativos da Petrobras, como gasodutos.

Um dos pleitos é a unificação dos limites mínimos para que os clientes entrem no mercado livre em todos os Estados. Hoje, cada unidade federal determina quanto o cliente deve consumir para poder escolher o fornecedor.

O presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros, quer que a ANP (Agência do Petróleo e Gás natural) e o ministério auxiliem na padronização.

O diretor técnico da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe – AGRESE, Sérgio Ferrari, tem acompanhado de perto as mudanças que estão sendo estudadas pelo Ministério de Minas e Energia.

“Estamos atentos a todas as mudanças e demandas analisadas pelo Ministério. É papel nosso, enquanto Agência Reguladora, promover e zelar pela eficiência econômica e técnica do serviço de distribuição de gás canalizado em nosso estado como também verificar melhorias nos padrões de qualidade”, enfatizou Ferrari.

*Com informações Mercado Aberto (Folha de S.Paulo)

Fonte: Agência Reguladora de Serviços Públicos de Sergipe