02/08/16 - 06:46:31

Maternidade inicia Semana Mundial do Aleitamento Materno (Foto assessoria)

A Semana Mundial de Aleitamento Materno teve início nesta segunda-feira, 01, com programação especial na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL). O tema “Amamentação faz bem para o seu filho, para você e para o planeta” norteia as atividades que serão desenvolvidas até a próxima sexta-feira, 05.

“Em todo o mundo, não só em Sergipe, estamos celebrando e chamando a atenção da sociedade para a importância do aleitamento materno. O intuito é promover, apoiar e incentivar esse ato tão simples que pode salvar vidas”, ressaltou a gerente do Banco de Leite Humano  Marly Sarney (BLH), Hélia Karla Agapito.

Para abrir a programação, a gerente do BLH ministrou a palestra que aborda a importância do estímulo à amamentação e a doação de leite humano. Além disso, Hélia Karla Agapito chamou a atenção do público para a relação do aleitamento com a sustentabilidade.

“O presente saudável para um futuro sustentável”, reforça a gerente.

Também marcou o primeiro dia de atividades a palestra “ O benefício da amamentação para fala, audição e linguagem do bebê”, que foi ministrado pela professora do curso de Fonoaudiologia da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Andréa Medeiros. Na ocasião foi realizada uma oficina que teve como público alvo as usuárias assistidas pela MNSL, que tiveram a oportunidade de aprender benefícios da amamentação para a fala, a audição e a linguagem dos bebês.

Andreia Medeiros revela que, dentre os benefícios proporcionados pela amamentação está o estímulo aos órgãos fonoaudiológicos, que são os órgãos que os bebês utilizarão para a mastigação e para a fala.

“Esses órgãos que o bebê está usando agora na amamentação farão  toda a diferença no futuro para outras funções. Em relação à linguagem, o fato da mãe estar com o bebê no peito já conversando com ele, também é um contato importante que vai auxiliar no desenvolvimento”, acrescenta a professora.

Algumas técnicas e orientações para a correta amamentação foram transmitidas em uma oficina conduzida pela professora junto com alunos do curso de fonoaudiologia e de outros.

“Nunca tinha visto uma palestra assim. Aprendi muitas coisas que eu nem imaginava sobre a importância da amamentação”, contou Andressa Chagas dos Santos, usuária do Sistema Único de Saúde e que vem sendo assistida pela MNSL junto com o seu bebê.

Banco de Leite

O Banco de Leite Humano Marly Sarney atende prioritariamente os bebês prematuros que estão concentrados na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes.

“Somente na “Lourdinha” são atendidas aproximadamente 125 crianças. Como a MNSL concentra os casos de prematuridade no Estado, então trabalhamos para atender prioritariamente esses bebês”, reforça Hélia Karla.

“Hoje temos 23 doadoras, mas ainda estamos aquém do que necessitamos. Nosso Banco de Leite serve prioritariamente a MNSL, mas qualquer outra maternidade pode acessar. Precisaríamos no mínimo de mais 8 doadoras fixas para termos o quantitativo de leite materno condizente com as demandas”, ressalta o superintendente da MNSL, Luis Eduardo Correia.

Ainda de acordo com o superintendente, atualmente 50% dos Recém Nascidos assistidos pela maternidade consomem esse leite materno.

“Esse aleitamento gera benefícios no processo de recuperação dos bebês e, consequentemente, na melhoria do fluxo da maternidade com liberação de vagas, além da vantagem da não utilização de leite artificial”, avalia Luis Eduardo.

Benefícios

O leite materno possui mais de 250 componentes, atuando como um alimento completo para os bebês. Mas o aleitamento gera benefícios não apenas para os bebês, mas também para as mães. “A amamentação atua como uma dieta, auxiliando na redução de peso para as mães, evita hemorragias pós-parto, além de evitar doenças como diabetes, hipertensão, afinal para amamentar mãe deve manter uma alimentação saudável. A amamentação previne também o câncer de mama e ovário”, explica a gerente do banco de leite, Hélia Karla Agapito.

Doação

Para doar leite humano é preciso que a mãe dirija-se ao Banco de Leite com o cartão da gestante e/ou os exames de pré-natal.

“Na unidade, ela será avaliada se tem excesso de leite. Caso tenha, será orientada como retirar e conservar. O banco fornecerá o Kit da doadora, fazendo também o cadastro e marcando com a mãe o dia que irá buscar o que ela retirou”, explica Hélia Karla Agapito.

O Estado conta com três Bancos de Leite Humano (Aracaju, Lagarto e Itabaiana) e um Posto de Coleta que funciona em anexo à Maternidade Santa Izabel, em Aracaju.

Unidades do Banco de Leite Humano em Aracaju

Banco de Leite Humano Marly Sarney

Endereço: Rua Recife, s/n, bairro José Conrado de Araújo, ao lado da antiga Maternidade Hildete Falcão.

Telefones: 3226-6335/6337

Sala de Manejo da MNSL

Endereço: Anexo a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (Zona Oeste de Aracaju)

Telefone: 3225-8650

Fonte Ascom MNSL