08/08/16 - 16:44:40

“Trabalho enlouquecidamente desde os 15 anos de idade. A maternidade me permitiu, pela primeira vez, ficar em casa de verdade e poder ler, escrever”

Às voltas com as obrigações e delícias de uma mãe de primeira viagem – ela e o marido, o ator Bruno Gagliasso, adotaram no Malaui a pequena garota Chissomo, de 3 anos –, Giovanna Ewbankainda conseguiu colocar um site no ar. O portal Gioh, de moda, arte, gastronomia e beleza, já nasceu fenômeno – em uma semana, arrebatou 100 mil seguidores no Instagram.

“Trabalho enlouquecidamente desde os 15 anos de idade. A maternidade me permitiu, pela primeira vez, ficar em casa de verdade e poder ler, escrever e até elaborar melhor minha visão do mundo”, diz a atriz e apresentadora. Com 4,2 milhões de seguidores nas redes sociais, Giovanna deparou-se com críticas, vejam se pode, pelo fato de ter adotado uma criança no Malaui, e não no Brasil. “Você não escolhe o amor, é ele que escolhe você.”

No site, você dá dicas de como fazer uma horta caseira. Está conseguindo dar conta da sua?

Com a maternidade, finalmente está dando tempo de cuidar dela, tadinha. Na correria, eu nunca dava conta. Felizmente eu tenho a Jane, que me ajuda em casa, e ela estava cuidando Mas agora que estou mais em casa, vou ter mais tempo para mim, para a minha família e até para a minha horta, que está bem bonitinha, uma beleza.

Os assuntos do portal são bem variados: arte, gastronomia, moda. Tudo passa por você?

Tudo, das cores aos textos, passando pela escolha das imagens. Sou virginiana, né? [risos] Eu trabalho desde os 15 anos. Primeiro corri o mundo como modelo, depois como atriz e apresentadora. Estava sentindo a necessidade de parar, até para elaborar essa visão do mundo, editar tantas informações, pensar em como eu queria passá-las para as pessoas. Tive sorte de ter viajado muito, conhecido muitas culturas. Quis passar minhas experiências, não simplesmente fazer mais um site, mas algo de que eu gostaria de ler também. Em tudo ali tem a minha assinatura: a moda vem da minha experiência como modelo, a natureza que eu adoro, a arte que é o meu ofício. Precisava deste momento para mim, para a minha casa, para a minha família, para ler, para escrever. O último ano foi tão intenso de trabalho, que eu estava me sentindo uma hóspede em casa, quase não sabia onde ficavam as minhas canetas. O escritório fica pertinho de casa, a cinco minutos daqui, então fica muito fácil.

Com 4,2 milhões de seguidores nas redes sociais, você lê todos os comentários?

Leio, até para saber se as pessoas estão curtindo meu trabalho. Procuro respeitar quando elas têm uma opinião contrária, sou tranquila para as críticas. Só bloqueio quando tem um palavrão ou uma agressão, mas, felizmente, tenho seguidores bem bacanas, eles já tomam logo a defesa e põem os mal-humorados no lugar.

Fonte: globo.com