09/08/16 - 07:07:28

MNSL realiza 121 atendimentos durante o final de semana (Foto ascom SES)

No total, 46 procedimentos foram realizados, sendo 26 partos normais,16 cesarianas e quatro curetagens

As gestantes em situação de alto risco encontram na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) assistência de uma equipe multiprofissional, 24 horas por dia. Durante o último final de semana, 121 usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) buscaram atendimento. Entre os dias 05 e 07 de agosto, foram registradas 52 admissões e outras 69 pacientes foram avaliadas, transferidas ou liberadas para o pré-natal.

Ainda durante esse final de semana foram realizados na ‘Lourdinha’ o total de 46 procedimentos, sendo 26 partos normais, 16 cesarianas e quatro curetagens.

“A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes é ‘porta aberta’. Apesar de ter como prioridade o atendimento às pacientes com gestação de alto risco, garantimos assistência a todas as pacientes que aqui cheguem. Caso a gestação de baixo risco seja constatada, e haja tempo hábil, realizamos a transferência da usuária para uma unidade adequada ao seu perfil”, explica o superintendente da MNSL, Luís Eduardo Correia.

A unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação hospitalar de Saúde (FHS), conta com 43 leitos obstétricos clínicos e 26 cirúrgicos. Entre os profissionais que atuam na assistência às gestantes de alto risco e bebês prematuros estão médicos, enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais, psicólogos, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares de enfermagem, dentre outros.

Em geral, as principais causas das gestações de alto risco assistidas pela MNSL são quadros de diabetes, cardiopatia, além do trabalho de parto prematuro. A hipertensão também integra essa relação e foi, inclusive, o caso da usuária Luzia Lisboa, 36, mãe de Lucas Micael.

“Eu vim de Riachão do Dantas por ter recebido indicação de que esse seria o lugar ideal para ter meu filho, já que tive um quadro de hipertensão. Fui muito bem atendida, recebi toda a assistência e estou muito satisfeita com a equipe que é muito atenciosa”, revelou Luzia Lisboa.

Já no caso de Maria Tamires Nascimento, 25, que passou 14 dias internada junto com o seu filho, Fernando, a expectativa agora é de chegar logo em casa. “O atendimento foi muito bom, não tenho do que reclamar. Quando cheguei aqui fui atendida com agilidade e hoje estamos muito bem”, contou Tamires.

Violência Sexual

O Serviço de Atendimento às pessoas em situação de Violência Sexual da MNSL registrou um atendimento durante o último final de semana. A paciente do sexo feminino é do município de Nossa Senhora do Socorro.

As pessoas em situação de violência são assistidas pela ‘Lourdinha’ através acompanhamento de uma equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, psicólogos e auxiliares de enfermagem.

Fonte ASN