09/08/16 - 07:13:30

Centros de Testagem e Aconselhamento para ampliar prevenção (Foto ascom)

Dados apontados pelo Programa Estadual de IST/Aids, mostram 4.858 casos notificados de Aids desde 1981 até maio de 2016

A luta no combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) é diária. No país, são inúmeras as estratégias executadas para prevenção e tratamento, e em Sergipe não poderia ser diferente. Em todo o território, os sergipanos contam com importantes aliados como o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), um serviço especializado de diagnóstico e prevenção que realiza testes rápidos para a detecção do HIV, Sífilis e das Hepatites B e C.

Sergipe possui sete dessas unidades, que estão estrategicamente localizadas em Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana, Lagarto, Estância, Propriá e Nossa Senhora da Glória. Nelas, além dos testes rápidos, é realizado teste de laboratório, aconselhamento e encaminhamento dos usuários para tratamento.

“As equipes também promovem atividades como palestras e testes rápidos fora da unidade, através do projeto CTA Itinerante”, conta a assistente social do CTA de Aracaju, Clara Smith.

Em 2015, foram realizados 135.196 testes rápidos no estado. Desse total, 70 mil foram executados no CTAs, quatro mil foram feitos através da ‘Unidade Móvel Fique Sabendo’ e 61.196 na Atenção Básica.

“Estes números representam uma importante tomada de consciência e importância do serviço”, avalia a responsável técnica pelo Centro de Testagem do Programa Estadual de IST/Aids, Joana D’arc.

Para ela, ampliar o acesso ao teste é fundamental. “O teste é o primeiro passo para a conscientização e o alcance desses números indica que as pessoas estão se preocupando cada vez mais com a saúde”, reforça.

Teste de Fluido Oral

Além dos habituais serviços, os CTAs passarão a realizar, também, o teste de Fluido Oral, uma metodologia de teste rápido de triagem do HIV que coleta a secreção da mucosa oral e emite o resultado em até 30 minutos.  O exame é de fácil interpretação, já que pode ser avaliado a olho nu, e vem sendo considerado pelo Ministério da Saúde como uma alternativa para a ampliação do diagnóstico da infecção pelo HIV.

Em Sergipe, o teste está em fase de implantação, mas já vem sendo realizado pela ‘Unidade Móvel Fique Sabendo’ desde o final de 2015. “A previsão é de que os CTAs comecem a realizá-lo até o início do ano de 2017”, conta Joana D’arc.

De acordo com Ministério da Saúde, a meta é de após essa fase de teste o diagnóstico seja disponibilizado em farmácias para as pessoas que quiserem realizá-lo como autoexame. “Funcionará como um teste de gravidez de farmácia. Quando o resultado for positivo o cidadão deverá se dirigir para um dos CTAs a fim de fazer uma contraprova e iniciar o tratamento”, exemplifica Joana D’arc.

Os CTAs são administrados pela gestão dos respectivos municípios, mas passam pela supervisão e monitoramento da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que avalia, entre outros aspectos, o cumprimento da função de acordo com a política Nacional do Programa de IST/Aids.

HIV em números

De acordo com dados do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) mais de 36,9 milhões de pessoas vivem com a doença no mundo e 734 mil no Brasil. Em Sergipe, os dados apontados pelo Programa Estadual de IST/Aids, mostram 4.858 casos notificados de Aids desde 1981 até maio de 2016, com 1.262 óbitos. Desse total, 4.751 casos são adultos e 107 são crianças.

Fonte ASN