20/08/16 - 00:01:30

O PODER DO VOTO MUNICIPAL

DIÓGENES BRAYNER – plenario@faxaju.com.br

Desde a terça-feira, candidatos a prefeito e vereador estão fazendo propaganda e participando de comícios visando uma das eleições municipais mais interessantes dos últimos 30 anos. O mais relevante é que as ruas aprenderam o influenciar o destino da política desde 2013, a ponto de se transformarem no motor da destituição da presidente afastada Dilma Rousseff. A avaliação é do cientista político Murillo Aragão.

Outro dado relevante é a ausência das doações empresariais. Essa nova realidade dará imensa relevância para o uso dos fundos partidários e vantagem para os candidatos que são ricos ou apoiados por corporações e grupos organizados.

Levantamento realizado pela Arko Advice nas sete maiores capitais do país aponta que PMDB e PSDB largam em vantagem. O partido do presidente interino tem chances de vitória em São Paulo e no Rio de Janeiro, além de ser o favorito em Porto Alegre. São dois partidos com acesso a muitos recursos.

No caso do PSDB de São Paulo, um candidato muito rico se dispõe a bancar sua campanha. O PSDB lidera em Belo Horizonte. Recife é outra capital onde, apesar do favoritismo do PSB, os tucanos podem surpreender. O DEM larga em primeiro lugar em Salvador e o PDT em Fortaleza. O PT deve ser derrotado em todas as sete maiores cidades do país, com chances de chegar ao segundo turno somente em Recife.

Os prognósticos mais moderados antecipam um pleito recortado pelos seguintes sinais particulares: jovens lideranças, capazes de semear novas utopias e entregar serviços públicos de qualidade, deverão substituir os políticos tradicionais; a Operação Lava-Jato credencia-se como um dos mais poderosos eleitores de 2016. Quem estiver distante de seu alcance ganhará um certificado de probidade.

Pior será a falta de recursos, após a proibição de doações corporativas, obrigando todo tipo de aliança para baratear custos. O PT acabará provavelmente punido com uma das mais modestas votações de sua história de 35 anos, enquanto Lula corre o risco de retornar ao patamar de votos do PT, em torno de 25%, o que representaria o fim do lulismo, atropelado pelo jeito petrolão de fazer política.

JEFFERSON

O secretário da Fazenda Jefferson Passos explicou que seu contracheque divulgado nas redes sociais continha pagamento de diárias e outras indenizações de alguns meses.

Bem que Jéferson poderia atrasar as suas diária e indenizações.

PROBLEMA

O que se percebe é que quando o pagamento é para ele, o secretário Jefferson Passos não atrasa ‘um segundo sequer’, mesmo sendo ganhos extras salário.

Agora, para os outros, ele é insensível.

ATRASOS

O atraso dos salários é uma realidade lamentável em quase metade dos Estados e sente-se que o Governo Federal é também insensível a aflição dos governadores.

Temer sabe da situação dos servidores, mas não sinaliza para uma solução.

ORGIAS

O vereador Agamenon Sobra (PHS) bate para valer no Sintese e ontem acusou o Sindicato de ter recebido no ano passado R$ 12 milhões, sem prestar contas.

E denuncia: ‘Sindicato ainda tem casa para orgias’.

FISCALIZA

O Ministério Público do Trabalho (MPT) vai fiscalizar com intensidade todas as pessoas contratadas por candidatos para trabalhar na campanha eleitoral.

Tem que haver contrato de trabalho, com salário mínimo e INSS.

E TEM MAIS

Quem trabalha para candidatos têm que usar boné, colete e protetor solar, refeição e local para sentar. Menor não pode trabalhar nem levado pelos pais.

O candidato que descumprir será multado.

CAMPANHA

O candidato à reeleição João Alves Filho (DEM) já autorizou a impressão de todo material de campanha, que foi ontem para a gráfica e deve ficar pronto no final de semana.

Já está decidido que João põe o bloco nas ruas na próxima semana.

ANIMADO

Um dos seus aliados, que esteve com ele ontem, disse que o prefeito está animado e já está elaborando um roteiro permanente de reuniões e visitas a eleitores.

– O problema de João é o de todos: falta de recursos.

VALADARES

O senador Valadares (PSB), por whatsaap, diz que não indicou nome para o Dnocs de Sergipe, mas apoia todos os nomes indicados pela maioria da bancada federal.

– Mas em relação a cargos no Governo Federal em Sergipe resolvi não opinar.

IMPLODIR

A chapa liderada pelo PSC em Canindé do São Francisco implodiu. O candidato a vice, Adilson Galindo (o Cachorrão) desistiu e é candidato a prefeito pelo PPS.

Vai disputar com Orlandinho (PDT) e Marinho (PSC).

OBSERVAÇÃO

Observação de experiente político: “a pior coisa que poderá acontecer ao PT neste pleito é o candidato Edvaldo Nogueira (PCdoB) não conseguir chegar ao segundo turno”.

O PT não apoiaria Valadares Filho e nem João Alves.

REJEIÇÃO

A decisão do STF de que a rejeição de contas das Prefeituras só podem ser feitas pelas Câmara Municipais, cortou pela metade a força política dos TCEs em todo País.

Todos os prefeitos se sentiam reféns desses tribunais criados pela ditadura.

GOVERNOS

Não apenas os prefeitos, mas governadores e demais ocupantes de cargos públicos, menos os responsáveis pela vigilância das contas de outros.

Os TCEs de todo País não podiam politizar suas ações.

ALBANO

O ex-governador Albano Franco foi internado ontem no Hospital Sírio Libanês, depois de se sentir mal em um hotel na Capital paulista.

Sergipe está atento à sua recuperação

EDVALDO

O candidato a prefeito pelo PCdoB, Edvaldo Nogueira, disse ontem na inauguração do seu comitê de campanha, que não pretende chegar à Prefeitura de Aracaju por vaidade.

– Mas para fazer Aracaju voltar a sorrir…

VALADARES

Valadares Filho, candidato a prefeito pelo PSB, também inaugurou seu comitê e pregou mudanças e uma política de resultados, através de um programa para o futuro.

Os seus aliados compareceram em massa…

CANINDÉ

Prefeito de Canindé, Heleno Silva, esteve com a secretária da Saúde, Maria da Conceição, e ela vai ajudar ao hospital do município, mesmo mostrando dificuldades do Estado.

Conceição solicitou o material que está faltando.

Notas

Dívidas – Deputados votam na próxima segunda-feira destaques ao texto de renegociação das dívidas dos Estados. Eles já aprovaram o texto-base do projeto, que propõe o alongamento dessas dívidas por 20 anos se os estados e o Distrito Federal limitarem o crescimento anual de suas despesas primárias à variação do IPCA.

0x0

De Lula – Em entrevista à BBC Brasil, Lula disse apostar no julgamento da história. “Às vezes a história demora séculos para julgar e eu trabalho com isso. A história não termina dia 29. Ela começa dia 29.” Sem citar nomes, Lula diz que Dilma irá se “expor corajosamente” no Senado “para que o Judas Iscariotes possa acusá-la na frente dela”.

0x0

Animada – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), se reuniu por quase duas horas com a presidente afastada Dilma Rousseff e discutiu os detalhes do julgamento da petista, que começará no dia 25. Renan disse que Dilma está “animada como sempre” e avisou que responderá a perguntas e que estará à disposição dos senadores.

0x0

Testemunha – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do processo de impeachment, Ricardo Lewandowski, negou ontem o pedido da acusação para suspender os depoimentos de duas testemunhas arroladas pela defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff.  O ministro também proferiu mais três decisões.

0x0

Queixa – O STF recebeu queixa apresentada pela estudante de jornalismo Patrícia Lélis contra o deputado Marco Feliciano (PSC). Em depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal no início do mês, Patrícia acusou o parlamentar de tentativa de estupro. O caso foi remetido ao Supremo e já está com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

0x0

Triplex – Polícia Federal indiciou sete investigados na Operação Triplo X, um dos desdobramentos da Lava Jato. Entre os acusados estão funcionários da Mossack Fonseca, empresa panamenha especialista na gestão de offshores, e a publicitária Nelci Warken, dona de um triplex no Edifício Solaris, em Guarujá (SP).

Conversando

Agrícola – O senador Eduardo Amorim (PSC) viabiliza audiência com o ministro da Agricultura e produtores rurais de Sergipe.

Milho – É que Eduardo Amorim recebeu em seu escritório de representação, ontem, alguns produtores rurais de Sergipe, dedicados à lavoura de milho.

Taxas – É bom ter cuidado com as taxas de serviços que os bancos cobram. Geralmente eles aplicam as mais altas e o cliente não percebe.

Abertura – Comitês centrais dos candidatos a prefeito Valadares Filho (PSB) e Edvaldo Nogueira (PCdoB) foram inaugurados ontem com festas.

Material – Os comitês de campanha geralmente não são freqüentados pelos candidatos. Neles apenas se centralizam as distribuições de material de campanha.

Desleal – Segundo a coluna Radar Online, de Veja, juízes querem leis para impedir concorrência desleal através da sonegação de impostos.

Reforma – O governador Jackson Barreto (PMDB) passou toda a tarde de ontem fazendo inaugurações de reformas em escolas estaduais.

Erros Básicos – Secretário da Fazenda, Jefferson Passos, diz que denúncias do Sintese costumam ter erros básicos que apontam desconhecimento da legislação.

Recompensa – Delegado Paulo Márcio diz que uma pessoa já requereu a entrega da recompensa por informações sobre o assassino do delegado Ademir.