22/08/16 - 08:46:07

Saiba quando é necessário o tratamento de canal em crianças (Foto Ascom)

Especialista esclarece como evitar cáries e tratar o problema dentário

A dor de dente ocasionada pelas cáries provoca extrema dor em adultos e crianças. Na infância, infelizmente não é raro encontrar diversos problemas dentários, inclusive crianças que já fazem tratamento de canal.

A alimentação através da mamadeira a longo prazo também pode ser um facilitador desse problema. Algumas crianças desenvolvem o hábito de dormir com a mamadeira na boca, fazendo com que o líquido que contem açúcar permaneçam em volta do dente podendo causar a cárie. Para que esse mal não acometa os pequenos, é importante que os pais e responsáveis se mantenham vigilantes com a alimentação e o cuidado com os dentes das crianças.

Marina Campos, dentista do Hapvida, explica como é feito o tratamento de canal em crianças. “O tratamento de canal em crianças é necessário quando  a polpa dentária (tecido que se encontra no interior do dente) é atingida por trincas, fraturas dentais, normalmente causadas por quedas e principalmente por um processo avançado de cárie. O tratamento de canal é a remoção dessa polpa, com a substituição do espaço que ela ocupava por uma pasta obturadora odontológica. Em casos de uma inflamação da polpa (pulpite) é necessária anestesia local. Se o caso, for mais avançado, ocasionando a morte dessa polpa (necrose), a criança não precisa de anestesia.”, explica.

A especialista esclarece que o tratamento feito em crianças e em adultos acontece de forma diferenciada. Geralmente o tratamento de canal em adultos pode durar várias sessões, enquanto em crianças pode durar apenas um dia. Mesmo assim, a dentista ressalta os problemas que podem ocorrer e o desconforto gerado.

“A existência de inflamações com sangramentos graves (hemorragias), pus ou inchaço na região do rosto fazem o tratamento durar mais sessões. Se realizar um canal já causa medo para um adulto, imagine para uma criança. Muitos pais ficam espantados quando descobrem que os pequenos também precisam passar por esse tratamento.”, destaca Marina.

Nem sempre existe a urgência de se fazer um canal dentário em crianças com dente de leite, para isso, é imprescindível realizar um bom exame inicial, avaliar radiografias, o posicionamento do dente permanente, a possibilidade de reconstrução, se há reabsorção na raiz ou outros fatores que direcionem o tratamento.

Para que as crianças não tenham prejuízo na mastigação, na formação da arcada e ainda contaminar os outros dentes, mesmo os que ainda não nasceram, a dentista recomenda escovar os dentes pelo menos 3 vezes ao dia e usar o fio dental corretamente. “Além disso, é importante evitar que a criança consuma doces com frequência, principalmente quando os responsáveis não estiverem por perto para acompanhar a escovação dos pequenos.”, adverte.

D COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA