23/08/16 - 14:19:23

Delegação sergipana é destaque no 36º Enacab (Foto assessoria)

Os empresários sergipanos participaram de forma maciça do 36º Encontro Nacional da Cadeia de Abastecimento (Enacab), promovido pela Associação Brasileira de Atacdistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (ABAD), em São Paulo. A delegação liderada pelo Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Sergipe (Sincadise), composta por mais de 130 empresários foi a maior da região nordeste, em termos proporcionais ao número de empresas relacionado aos empresários do estado. Quase a totalidade dos empresários do ramo de distribuição e atacado sergipano, participaram do evento que focou sua ação no fortalecimento da cadeia de distribuição por meio do canal indireto.

O Enacab, para os empresários sergipanos foi um evento especial, já que contou com a participação do vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e presidente da Fecomércio Sergipe, Laércio Oliveira, que debateu sobre as perspectivas de recuperação econômica do Brasil, no painel “Reconstruindo o Brasil”, que contou com a presença do jornalista Ricardo Boechat, da Rede Bandeirantes de Televisão, como mediador. Laércio falou sobre os caminhos para a retomada do crescimento econômico do Brasil, com foco no alcance da estabilidade política. Oliveira destacou que já há condição de recuperação para a economia brasileira.

“Antes, me perguntavam se eu via uma luz no fim do túnel, eu dizia que nem dava pra ver o túnel. Entretanto, as coisas estão mais claras e a economia começa a apresentar sinais de recuperação. A economia brasileira saiu da UTI e encontra-se em estado de convalescência. Precisamos ter menos Brasília e mais Brasil para que o ciclo econômico se fortaleça e volte à boa fase”, destacou Laércio Oliveira em seu pronunciamento.

O evento contou com a participação do sociólogo e ex-presidente da república, Fernando Henrique Cardoso. Em sua palestra, FHC discorreu o tema “Desenvolvimento Socioeconômico do Brasil”. Entre os temas abordados, Fernando Henrique falou da importância do empreendedorismo; da qualidade da nossa indústria, comércio e agricultura; do momento político-econômico difícil; dos erros e acertos que levaram o Brasil ao problema vivido na atualidade.

“Precisamos de mais educação, de mais responsabilidade. Os homens (os políticos) podem errar, são humanos, mas é preciso ter a responsabilidade de admitir o erro, sem mentiras, explicando o que fez e porque fez. No mundo globalizado de hoje queiramos ou não somos todos iguais e temos de nos comportar de forma decente”, disse Fernando Henrique.

Sergipe enviou um grande número de empresários do ramo de comércio atacadista, varejista e distribuidor, além de gestores empresariais. As cidades de Aracaju, Itabaiana, São Domingos, Nossa Senhora da Glória, Umbaúba, Lagarto, Nossa Senhora do Socorro, entre outros municípios estiveram representadas pelos empresários do setor. O presidente do Sincadise, Juliano César Souto, foi reconduzido para a vice-presidência da ABAD, em votação dos empresários presentes, o que mostra a participação importante do empresariado sergipano nas maiores entidades empresariais do comércio brasileiro. Laércio Oliveira na CNC e Juliano César na ABAD.

Para Juliano César Souto, vice-presidente da ABAD e presidente do Sincadise, o Enacab foi uma grande oportunidade de transacionar negócios, abrangendo os diversos elos da cadeia produtiva do varejo independente.

“O varejo de vizinhança é dentre os diversos modelos de loja o que mais cresce e os diversos modelos de atacados e distribuidores tem papel fundamental em seu abastecimento. O Enacab foi uma iniciativa importante para aproximar ainda mais os empresários do varejo, distribuidores e indústria, para gerar melhores oportunidades de negócio que também beneficiarão aos consumidores finais. A cadeia de abastecimento tem se fortalecido e com ações como essa da ABAD, trabalharemos ainda mais a construção da união empresarial para que superemos a crise, investindo no segmento, promovendo a integração empresarial”, afirmou o vice-presidente da ABAD.

O empresário Breno França, valorizou a importância do Enacab, para uma maior compreensão dos temas que palpitam nos aspectos da economia brasileira.

“O Enacab foi um momento importante para que nós nos atualizássemos sobre os problemas econômicos, políticos e sociais do Brasil e de interesse do setor atacadista e distribuidor. Além disso, ajudou a fortalecer o relacionamento com o setor industrial, e os parceiros do setor. A palestra feita pelo ex-presidente FHC e o debate que o presidente da Fecomércio Laércio Oliveira, participou foram importantes para que pudéssemos compreender melhor o cenário nacional. Já estou pronto para o próximo Enacab, em 2017, pois isso vai garantir melhores oportunidades para o canal indireto de abastecimento do varejo. Fiquei feliz em participar do Enacab”, comentou Breno França.

Para coroar a participação sergipana no 36º Enacab, o Sincadise recebeu uma premiação composta por um troféu e um prêmio de R$ 3.000 por ter a maior delegação do nordeste no evento.

Por: Márcio Rocha